22 jul 2010 17h21

Conselho alerta farmacêuticos sobre falsificação de medicamentos

Na quinta-feira, dia 29 de julho, farmacêuticos de Paracatu e região receberão orientações sobre as novas exigências da Anvisa, como a RDC 44/09, que proíbe, entre outros itens, que drogarias e farmácias sejam lojas de conveniências. As legislações vigentes preconizam que a população tem direito à assistência farmacêutica integral, prestada por um farmacêutico, e que farmácias e drogarias sejam estabelecimentos de saúde.

Num encontro marcado para às 19h, na Fundação Municipal Casa de Cultura, Rua do Ávila, Centro, os diretores do CRF-MG (Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais) conversam com os profissionais e esclarecem dúvidas relativas ao exercício diário da atividade farmacêutica.


Além de informações sobre a RDC 44, em vigor desde fevereiro, a diretoria pode esclarecer sobre falsificação de medicamentos, inclusive como o consumidor deve fazer para evitar comprá-los, sobre o uso abusivo de anorexígenos (medicamentos para emagrecer), os riscos da automedicação, além de explicar sobre como deve ser a atuação de um profissional farmacêutico.

“A venda de produtos falsificados e os controlados (tarja preta) sem receita têm sido alvo de diversas operações policiais e dos órgãos de Saúde, em todo o país. Como farmacêuticos, é nossa responsabilidade alertar a população sobre os riscos do uso indiscriminado e inadequado de medicamentos”, ressalta o presidente do CRF-MG, Luciano Rena.

Data: 29 de julho de 2010
Horário: 19 h
Local: Fundação Municipal Casa de Cultura, Rua do Ávila, Centro


Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti