16 fev 16h39

CMDCA de Paracatu tem nova diretoria e Presidente fala do trabalho do Conselho

Após serem empossados, pelo Prefeito Igor Pereira dos Santos e pela Secretária de Desenvolvimento e Ação Social, Ana Maria Andrade Silva os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) realizaram a eleição de sua mesa diretora para o biênio 2021-2022.

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA) é um órgão criado por lei para formular e deliberar políticas públicas relativas as crianças e adolescentes, em conjunto com as áreas de saúde, meio ambiente, assistência social, educação, entre outras. Controla as ações em todos os níveis e organiza as redes de atenção à população infanto-juvenil, promovendo a articulação das ações, das entidades e dos programas da sociedade civil e dos governos.

A função dos integrantes dos Conselhos Nacional, Estadual e Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente é de interesse público relevante e não é remunerada, conforme previsto no art. 89 do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.

O Presidente eleito, 
Élcio Moura, estava ocupando interinamente a vaga depois da renúncia da ex-Presidente e do ex-Vice Presidente. Élcio é bastante conhecedor das políticas públicas da criança e adolescente, e atua na direção do Lar dos Pequeninos, entidade de abrigamento de crianças em situação de vulnerabilidade. Ele explica o que é e como se dá o trabalho do CMDCA.

“-O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, o CMDCA é um órgão público, que faz parte do Poder Executivo municipal, porém, com características e atribuições peculiares, como por exemplo, os membros não tem remuneração e cada um representa uma instituição ou uma secretaria. O Conselho é deliberativo e controlador da política de atendimento, um guardião nos termos da Lei Federal 8.069, que é o conhecido ECA sendo vinculado administrativamente à Secretaria Municipal de Assistência Social,” disse.

Élcio
 também destaca a disposição dos novos Conselheiros para retomar um trabalho que vinha sendo muito questionado devido a interferências políticas e perseguições do Governo anterior a voluntários e gestores sociais.

“-Da nossa parte, tenho certeza que falo não só por mim mas por todas as entidades representadas, estaremos sempre atentos e ativos não só para cuidar para que a lei seja cumprida mas para buscar alternativas e trabalhar em prol de todas as políticas sociais que visem a melhoria de vida para as crianças e adolescentes de Paracatu,” garantiu.

Foram eleitas também a Vice-Presidente Ellen Cristina Pereira de Oliveira (Poder Público)para a vice-presidência, Stephanie Peres (Fundação Conscienciarte), como primeira secretária e Delian Araújo Pereira (Poder Público) como segunda secretária.

São Atribuições do Conselho Municipal dos Direitos da Crianças e Adolescência - CMDCA

·        Formular a política municipal dos direitos da criança e do adolescente, definindo prioridades e controlando as ações de execução em todos os níveis;
·        Promover anualmente audiências públicas para subsidiar a formulação das políticas a que se refere o inciso anterior;
·        Deliberar sobre a conveniência e oportunidade de implementação dos programas e serviços destinados ao atendimento às crianças e adolescentes, bem como sobre a eventual criação de entidades governamentais ou realização de consórcio intermunicipal regionalizado de atendimento;
·        Disciplinar o Registro de Entidades Não-Governamentais, a Inscrição de Programas, Projetos e/ou Serviços de Atendimento à Criança e ao Adolescente de Entidades Governamentais e Não-Governamentais e a Certificação para Captação de Recursos por meio do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente para Projetos de Atendimentos à Criança e ao Adolescente;
·        Gerir o fundo municipal, alocando recursos para os programas das entidades governamentais e concedendo auxílios e ou subvenções para as entidades não governamentais que desenvolvam programas de atendimento a crianças e adolescentes, regularmente inscritas e registradas no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente;
·        Realizar e incentivar campanhas promocionais de conscientização dos Direitos e Deveres das Crianças e dos Adolescentes;
·        Regulamentar o processo de escolha dos membros dos Conselhos Tutelares, bem como convocá-lo na forma desta Lei e do Estatuto da Criança e do Adolescente;
·        Fiscalizar as entidades governamentais e não governamentais regularmente inscritas e registradas no respectivo Conselho.
 
*Permitido compartilhamento e ou cópia desde preservada a fonte  (LEI Nº 9.610/98)
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------   
news blog comunica not reporter a midiadigital noroestemineiro kinross mineração womeninmining 
facebook youtube tradutor google hotmail mercado livre whatsapp gmail  globo uol google tradutor previsão do tempo olx traduzir netflix yahoo messenger jogos instagram whatsapp web g1 outlook clima minecraft bol covid19 coronavirus pandemia paracatu vagas de emprego estágio Nexa resource mineracao paracatu cmdca cmas fia
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti