14 dez 2020 21h10

Fim do mundo? Não, só o Google que saiu do ar por alguns minutos

O Google caiu e ficou fora do ar na manhã desta segunda-feira (14/12) junto com alguns serviços da empresa e já foi o suficiente para o desespero de milhares de pessoas “internet” a fora.

O bug no Google atinge diversos países, como Estados Unidos e alguns da Europa. No Brasil, a maioria das reclamações tem origem na Região Sudeste.

De acordo com relatos na Internet e confirmação do site Downdetector, que monitora o funcionamento de serviços na web, serviços como Google Drive e Gmail “deslogaram” e apresentam a mensagem "erro 500", oficialmente o problema começou por volta das 8h30 (horário de Brasília) e atingiu um pico às 8h55, afetando todos os produtos do Google, como o YouTube, Google Meet, Classroom, Google Forms, Maps, Google Keep, Analytics e outros.

Por volta das 9h31, os serviços foram sendo estabilizados aos poucos, e às 9h52 o problema estava resolvido.

Oficialmente foi pouco mais ou menos de uma hora, mas nas redes sociais com mensagens "apocalípticas" ou desorientadas, sem saber a quem recorrer. Na verdade, oficialmente foi menos de 5 minutos, mas as funções, as ferramentas demoraram um pouco a se propagar.
 Xigaram a operadora, a internet, o provedor, o fabricante do telefone, o sobrinho que instalou um joguinho no smartphone, culparam o Bolsonaro... 

Mas na verdade, o que aconteceu foi uma indisponibilidade na infraestrutura local do buscador e pra você ter uma idéia do “tamanho” do Google e do quanto ele interfere em nossas vidas, como falamos, oficialmente foram 5 minutos que o Google fica fora do ar e reduziu em 40% do tráfego web com a falha.

Ninguém conseguia assistir vídeos no YouTube, enviar mensagens pelo Gmail, acessar os arquivos do Google Drive… nada, tudo parou. É claro que o apagão não afetou somente o Google. Imaginem quantas milhões de pesquisas e, consequentemente, acessos deixaram de serem feitos pela indisponibilidade do Google Search.

O problema durou poucos minutos, mas não dá pra deixar de imaginar se fosse algo mais sério. Afinal, eu você e 98% da população, todos nós temos uma vida online nos servidores da gigante da GOOGLE. Prefiro não imaginar.

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti