8 set 23h24

COPASA em Paracatu, mais um capítulo que “Não vale a pena ver de novo”

Setembro é conhecido como mês da prevenção ao suicídio, também pelo início da primavera mas em Paracatu é marcado pelo reaparecimento dos discursos de autoridades contra a COPASA, tempo que inicia o período de sujeição da população à humilhação da falta d’água. Muitas vezes chega a beirar o ridículo, mas as falas são repetidas para suprir uma falta de ação do poder Executivo (Governo Municipal), conivente com a empresa concessionária e do Legislativo (Vereadores) conivente com a falta de ação do poder público, há anos.

Na última reunião ordinária do Legislativo de Paracatu, o Presidente da Câmara,
Vereador Wilson Martins (PSB), manifestou a sua indignação, com palavras que e divagações que são repetidas pelos seus pares há anos, mas não trouxe nenhuma novidade. Wilson criticou a empresa, como todos fazem há anos e provavelmente se confrontado a isso, deve justificar que é a única coisa que o Legislativo pode fazer, “cobrar.”

“-O povo não aguenta mais essa empresa fornecedora de água em Paracatu, a Copasa, que o Sr. Prefeito tome providência contra essa empresa, que cobra taxas caríssimas. A taxa de esgoto que chega a 98% do valor da taxa de água. É um absurdo a cidade passar por uma situação dessa, quando não é num canto é no outro.” Disse o parlamentar.

Em sua fala, o Presidente ainda garantiu que irá formalizar um pedido de informação ao governo através de ofício, que o Prefeito sequer tem obrigação de responder a não ser por mandado de segurança, como tem acontecido nos últimos tempos e o que irá demorar vários meses, pode virar um "imbróglio" burocrático, mas não irá colocar água nas torneiras.

“-Nós estaremos formalizando um ofício pedindo informação da Prefeitura pra saber se foi cumprido todos os requisitos de acordo com o contrato que tem com essa empresa e se o município exigiu tudo que foi tratado. Se não tiver sido feito, o Prefeito está sendo conivente com essa empresa que está fazendo mal à nossa população,"
garantiu Wilson Martins, sem apresentar novidades.

O Líder de Governo, Vereador
Gilsão do Paracatuzinho (MDB), no seu papel, interveio em defesa do Governo Condé, concordou com as falhas já identificadas, até mesmo por uma CPI instalada na Câmara, mas deixou o peso maior sob os ombros do ex-Prefeito Vasquinho.

“-Vamos ver o que podemos fazer para resolver a bagunça que o ex prefeito causou nessa cidade assinando um contrato de 30 anos com essa empresa. O atual governo tem a sua parcela de culpa, mas nós vamos buscar as informações para passar à população,”
garantiu Gilsão.

Por fim, entre falas, críticas, justificativas e uma retórica muitas vezes mal feita, o tempo só vai passando e 
em vários bairros da cidade, a água vai faltando.


© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti