15 mai 10h50

MG constrói Hospital de Campanha com quase 800 leitos sem dinheiro público

O Hospital de Campanha do Estados de Minas Gerais já está pronto para atendimentos de pacientes com corona vírus e será inaugurado conforme demanda da rede pública de Saúde - quando a ocupação de leitos estiver perto do limite. Como o controle de COVID-19 em Minas tem sido bem sucedido, ainda não houve necessidade de utilização dos quase 800 leitos construídos, sem necessidade de investimento de dinheiro publico.

"Um belo e
xemplo para o Brasil."

Durante visita ao Hospital de Campanha montado no Expo Minas, ao lado de autoridades e oficiais da Polícia Militar, o
Deputado Federal Eros Biondini destacou a mobilização e o trabalho do Governo de Minas, da Polícia Militar e de empresas que tem colaborado para o trabalho contra o corona virus. 

"-São quase 800 leitos construídos em tempo recorde, sem nenhum centavo de dinheiro público. A credibilidade da Polícia Militar e do Governador Romeu Zema 
fizeram com que a iniciativa privada e outros voluntários aportassem todo o recurso para essa construção," explicou o Deputado.

"Queira Deus que não precise ser usado, mas Minas Gerais é hoje o estado mais bem preparado para atender e recuperar os que forem acometidos pelo coronavírus,"
complementou Biondini.

Os trabalhos de implantação começaram em 29 de março de 2020, com a montagem da estrutura modular no Centro de Convenções do Expominas. Para coordenação dos trabalhos de implantação, foi designada uma comissão conjunta pelos Comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, responsáveis pela logística, suprimentos, contratos e o pessoal necessário ao funcionamento do Hospital de Campanha.

O trabalho de montagem foi coordenado pela Diretoria de Apoio Logístico da Polícia Militar, por meio da empresa RBarros, especializada em montagens, com o auxílio de 900 militares do Curso de Formação de Soldados da Polícia Militar. A empresa foi contratada com recursos doados pela FIEMG.

Os profissionais que trabalharão no Hospital de Campanha serão, em sua maioria, oficiais e praças dos quadros de Saúde da reserva da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, por meio de designação voluntária ou convocação para a missão. Além dos militares, haverá contratação, pela PMMG, de empresa ou entidade sem fins lucrativos com capacidade para prestação de serviços especializados em Saúde.

Fonte: Agência Minas
Vídeo: Ass. Com PMMG
Fotos: Ass. Dep. Eros Biondini

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti