21 abr 01h00

Saque emergencial ou supérfluo?

Imagem - Seu crédito digital.Imagem - Seu crédito digital.
É impressionante. Nem durante uma pandemia a maioria do povo brasileiro não consegue ficar sem tirar uma vantagem da situação. E se der errado, adivinha? A culpa é de todos, menos deles. Que não fazem por onde para termos dias melhores sem tirar proveito de situações.
Nos últimos dias, o governo federal liberou um saque emergencial com o valor mínimo de 600 reais. Teve quem acreditou que foi como ganhar na “Mega Sena” e para quem precisa e sabe o que fazer com o valor, foi mesmo. Ao contrário de muitos esbanjadores.
De bom grado, o valor pode ajudar famílias nas compras de alimentos essenciais como arroz e feijão, na mesa de quem não pode trabalhar em tempos de pandemia. Como quem trabalha de maneira autônoma. E mesmo assim, alguns estão se adaptando como podem e fazendo máscaras para vender, por exemplo.
Mas infelizmente algumas pessoas não estão entendendo ou se fazendo de bestas sobre a atual situação em que nos encontramos e estão aproveitando do dinheiro "ofertado" pelo governo e investindo em troca de móveis e festas clandestinas - pois o momento é de total isolamento para que não se espalhe ainda mais o coronavírus, pandemia que tornou nossos dias mais cinzas e tristes.
Dessa maneira, devemos ter mais cautela quanto aos uso do nosso dinheiro. O argumento de alguns é a movimentação de capital. E estamos realmente precisando fazer gastos excessivos em um momento delicado como esse? Ainda mais com dinheiro destinado para fins essenciais, como é o caso do auxílio emergencial?
Vão reclamar muito ainda da quantia recebida quando os impostos aumentarem e surgirem as outras formas de cobrança que serão aplicadas para repor às contas públicas todo esse dinheiro do saque emergencial. Mas se o povo não controlar a forma de gastar, vai reclamar ainda mais, porém de barriga vazia dessa vez. E sem outra parcela de R$ 600,00 para ajudar.
Cláudio Oliveira – jornalista.

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti