21 jan 15h53

Projeto Mais Água revitaliza nascentes na região do Morro Agudo em Paracatu

Mais de 3.600 metros de cerca foram construídos no Córrego do Batuque para proteger 3 nascentes e preservar as margens do local. A ação faz parte do Projeto Mais Água – Morro Agudo Vivo, cujo objetivo é melhorar a disponibilidade hídrica nas propriedades rurais da região. O projeto é uma iniciativa da Nexa, em parceria com o MOVER - Movimento Verde de Paracatu, Refloreste e a comunidade de Morro Agudo. Os resultados da primeira etapa do projeto serão apresentados à população no dia 24 de janeiro, às 12 horas, na propriedade do casal Cecília de Oliveira Melo e Georg Lima de Morais.
O Mais Água foi elaborado em conjunto com a comunidade desde o início, em 2017. Durante reunião, identificou-se a necessidade de trabalhar os temas água e produção rural, visto que a atividade no campo é dependente da água – tanto nas criações como nas plantações. Assim, a proteção das nascentes da região foi escolhida para ser implantada. “No ano passado, iniciamos o cercamento das áreas e o objetivo a longo prazo é contribuir para o aumento de vasão de cursos d’água na região”, frisa o gerente geral da Nexa Morro Agudo, Fernando Gurgel.
Córrego do Batuque
O Movimento Verde e o Refloreste analisaram a microbacia formada por três córregos que desaguam no Ribeirão das Traíras, afluente do Ribeirão Escurinho. Durante o diagnóstico, foi constatado que o córrego do Batuque estava em situação crítica e, por isso, foi o primeiro a ser contemplado pelo Projeto Mais Água, visto a necessidade de proteger as áreas de preservação permanentes (APP) de intervenções humanas e animais.
O principal trabalho para a proteção é o cercamento, com mourões e arame, a fim de proteger a área, principalmente, do trânsito de animais. “Inúmeros estudos apontam que a principal razão pela qual nascentes e córregos diminuem suas vazões é a incidência de gado. Por isso, a importância de cercar esses locais para aumentar a disponibilidade hídrica nos corpos d’água ou nas nascentes”, ressalta Tobias Vieira, consultor responsável pelo Projeto Mais Água.
Mais de 2.000m de cerca foram instaladas na propriedade do casal Cecília de Oliveira Melo e Georg Lima de Morais. Eles contam que, há anos, a falta de água é um dos principais problemas enfrentados na região e, por isso, quando souberam do Mais Água, se voluntariaram para participar.
“O projeto é muito importante e já notamos bons resultados. A vegetação está mais verdinha, pois os animais não passam em cima, e o rebanho faz rodízio nos pastos, conservando sempre um deles. Além disso, a nossa represa também foi cercada e preservada. É fundamental toda a comunidade aderir ao projeto, pois os benefícios serão para todos e não só para os proprietários das terras. A nossa casa está aberta para quem quiser ver de perto os resultados e os benefícios”, ressalta Cecília.
Sobre a Nexa
A Nexa Resources é uma das cinco maiores mineradoras de zinco do mundo, além de produzir cobre e chumbo. Atua há mais de 60 anos nos segmentos de mineração e metalurgia, com operações localizadas no Peru e no Brasil e escritórios comerciais em Luxemburgo, Estados Unidos e China, fornecendo seus produtos para todos os continentes do mundo. Seus empregados atuam focados na construção da mineração do futuro, cada vez mais sustentável, inovadora e com as melhores práticas de segurança e respeito às pessoas e ao meio ambiente. Desde 2017, suas ações são negociadas nas Bolsas de Valores de Nova York e Toronto, sendo seu acionista majoritário a Votorantim S.A.
Para outras informações, acesse: www.nexaresources.com
Fonte: Ideia Comunicação 
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti