6 dez 2019 16h17

Dom Leonardo comemora seu Jubileu de Diamante e recebe homenagem na Câmara

Aconteceu na noite desta quinta-feira (05/12) uma sessão solene que ofereceu moção de Regozijo do Bispo Emérito da Diocese de Paracatu Dom Leonardo de Miranda Pereira entre outros.
A Honraria foi um pedido do Vereador Jesué Mesquita (PHS), e contou com a presença de representantes de diversos setores da Igreja Católica, do atual Bispo Diocesano Dom Jorge Alvez Bezerra, além do Presidente da Câmara, Vereador Wilson Martins (PSB), dos Vereadores Marcos Oliveira (PSDB), Tio Miltinho (PHS), Hernesto da Silva (PHS), Pedro Adjuto (PHS), e muitos amigos do homenageado
O Coral Estrelinha, formado por crianças e adolescentes, idealizado por Dom Leonardo fez uma apresentação e uma homenagem ao Bispo no início da cerimônia e emocionou todos os presentes.
O autor do pedido, Vereador Jesué Mesquita (PHS), justificou o seu pedido lembrando o legado de Dom Leonardo à frente da Igreja Católica na Diocese
“-Dom Leonardo já chegou realizando, conseguiu deixar o seu legado por todo lado que passou. Nunca fez questão de luxo, de honrarias, de fomalides. Por onde passou e passa deixa sua mensagem de amor, de carinho e de humildade,” afirmou.
Através de video, o Bispo de Presidente Prudente - SP, Dom Benedito Gonçalves dos Santos e Deputado Federal Eros Biondini enviaram mensagens a Dom Leonardo.
Dom Benedito reconheceu que Dom Leonardo foi o principal motivador da sua missão e agradeceu a amizade e o carinho do Bispo
“-Dom Leonardo sem dúvida foi um grande pilar no crescimento não só na minha vida, mas de muitos Sacerdotes Brasil afora, em Paracatu o seu trabalho missionário e reconhecido e comprovado, é um grande homem de Deus, peço a Deus e a Virgem Maria que continue abençoando com saúde, paz e essa sabedoria inigualável,” disse Dom Benedito.
Já o Deputado Eros Biondini destacou o pastoreio que o Bispo tem feito em sua vida há mais de 20 anos.
“-Me lembro como se fosse hoje naquele mês de outubro de 1997, uma tarde quente e chuvosa em Paracatu, no primeiro Hallel de Paracatu, há mais de 20 anos atrás quando eu conheci o Sr. Que me abençoou eu, ainda no início da carreira quando eu nem pensava em seguir carreira na política. O seu olhar acolhedor, as suas palavras de benção me inspiram e é por isso que sempre antes de uma decisão eu recorro ao sr. e peço a sua benção,” lembrou o Deputado.
Em sua fala, Dom Leonardo agradeceu ao Vereador propositor da outorga e ao legislativo pelo ato que abrilhanta ainda mais as comemorações do seu Jubileu Sacerdotal de Diamante.
“-Sem dúvidas essa homenagem da Câmara é generosa, atenciosa, amiga e honrosa e muito acima dos meus méritos. Me enche de alegria e satisfação embora deveria dizer que outros, que não eu, deveriam estar aqui para receber essa homenagem. Basta me no momento expressar o meu meu mais profundo agradecimento. Acolho como dádiva dos céus, chegada a mim através da velha amizada a quem me prende o Vereador Jesué Mesquita,” disse o Bispo Emérito.
Biografia do Homenageado
Dom Leonardo nasceu em Diamantina MG, em 31 de maio de 1936, oitavo filho do casal Antônio Gabriel Pereira e Maria Nilda de Miranda Pereira. Fez os estudos primários no Grupo Escolar Mata Machado. Com 11 anos, entrou para o Seminário Provincial Sagrado Coração de Jesus, de Diamantina, onde realizou o Curso de humanidades, a filosofia e a teologia.
No dia 08 de Dezembro de 1959, é ordenado Padre na Catedral de Diamantina pelo Arcebispo Dom José Newton de Almeida Batista. Começa então seu ministério presbiteral. Foi Vigário Paroquial em Sabinópolis (1960-1961) e Guanhães (1962). Em Agosto de 1962, torna-se pároco em Couto Magalhães de Minas.
 Em Janeiro de 1964, foi transferido para a Paróquia São Sebastião em São Sebastião do Maranhão, onde residiu por 15 anos. Durante esse período, ausentou-se duas vezes de sua paróquia,  sem deixa-la formalmente, A primeira vez, por um semestre, durante o período de férias premio,  assumiu a reitoria do Colégio São João Batista, da Mitra Diocesana, em Pirapora, no ano de 1974. Depois, em 1977, também por um semestre, assumiu o ofício de Reitor Interino do Seminário Arquidiocesano de Diamantina.
Em 19 de Março de 1978, num domingo de Ramos, tomou posse da Paróquia S. Miguel e Almas de Guanhães, pelo período de oito anos e meio. Juventude e catequese foram os destaques de seu ministério paroquial em Guanhães. Nesse período, o Arcebispo de Diamantina o incumbiu de preparar o minucioso e exigente processo canônico da criação da Diocese de Guanhães, ereta em Dezembro de 1985 e instalada oficialmente no dia 1º de maio de 1986. Foi justamente nesse dia 1º de maio de 1986 que o Sr. Núncio Apostólico, Dom Carlo Furno, que tinha ido a Guanhães para a instalação da Diocese e posse do 1º Bispo Diocesano, anunciou e confirmou pessoalmente a Dom Leonardo sua nomeação como Bispo de Paracatu. Mas a notícia de sua nomeação só veio a público no dia 14 de maio.
Dom Leonardo foi ordenado bispo no dia 09 de agosto de 86 em Guanhães-MG, tendo como consagrantes Dom Serafim Fernandes de Araújo, Arcebispo de Belo Horizonte, e Dom Antônio Felipe da Cunha, Bispo diocesano de Guanhães. No dia 14 de setembro, solenidade da Santa Cruz, Dom Leonardo toma posse como 3ºbispo Diocesano de Paracatu. Convém lembrar que Dom Eliseu governou esta Igreja apenas  Prelazia Nullius, razão por que Dom Leonardo se considera terceiro bispo diocesano. Diante de uma realidade muito difícil – o pequeno número de sacerdotes na Diocese  – a primeira investida pastoral de Dom Leonardo foi a promoção das vocações sacerdotais. Para tanto instituiu a OVS­ (Obra das Vocações Sacerdotais) colocando toda a diocese em clima de contínua oração pelas Vocações Sacerdotais e Religiosas, pois “Vocação é a resposta de Deus á comunidade orante” (CNBB) E Deus atendeu a oração do povo.
 Dom Leonardo se alegra de já ter ordenado 47 sacerdotes, observando que num arco de 57 anos que antecederam sua chegada a Paracatu foram ordenados apenas dois sacerdotes. Num momento de grande inspiração e coragem, convidou Pe. Alfonso Pastore para trabalhar na diocese na implantação das Comunidades Eclesiais, rosto pastoral característico de nossa Igreja Particular. Animou e incentivou incansavelmente a criação das inúmeras pastorais que trouxeram vida e renovação á nossa diocese. Atualmente, é Bispo de referência Nacional da Pastoral do Menor.
Criou a Escola Diaconal, a Cáritas Diocesana – hoje referência no Regional Leste II­ – ampliou a Rádio Juriti e determinou a reforma e ampliação do Seminário João XXIII, elevando-o á condição de Seminário Diocesano João XXIII, com o Curso Propedêutico e o Curso de Filosofia. No âmbito de promoção social, o maior destaque é o Projeto Bom Pastor, obra de grande envergadura social, com atendimento a mais de 1.000 lotes distribuídos aos “sem teto” de Paracatu. Criou 16 novas Paróquias e revitalizou as pastorais por toda Diocese. Instituiu as cinco Foranias.
Propôs e conseguiu dos órgãos da Santa Fé a criação da Província de Montes Claros. Sua maior alegria é ter ordenado Dom Benedito Gonçalves dos Santos, Bispo Diocesano de Presidente Prudente SP. São 25 anos á frente da Diocese de Paracatu. Num olhar de relance, revendo o passado e tendo diante dos olhos a situação atual, Dom Leonardo gosta de parafrasear uma expressão de Frei Pio Baars 0. Carm. ( já falecido) : “ a Diocese já não é mais aquela”.
 
Na ocasião também foram homenageados: a Renovação Carismática Católica por ocasião do Jubileu de Ouro (50 anos no Brasil) o MUR (Ministério das Universidades Renovadas), Cáritas Diocesana e Paróquia Nsa Sra de Fátima.
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti