1 out 11h57

Empresária denuncia violência e falta de segurança durante Jogos Estudantis

A falta de controle, a insegurança e a violência a que foram expostas as Crianças e Adolescentes durante os jogos estudantis de Paracatu, levaram uma comerciante à tribuna da Câmara para pedir explicações ao poder público e cobrar providências da Comissão de Segurança do legislativo.


Wilma Aparecida dos Santos, relatou os momentos de terror que passou durante uma invasão de adolescentes em seu comércio e até um arrombamento em sua residência.  “-Estou aqui como mãe, comerciante e como cidadã que gera empregos, que paga seus impostos em dia e espero um retorno do poder público,” afirmou Wilma.
Para a Sra Wilma, “os jogos esportivos estudantis mais pareciam luta entre gladiadores.”
“-Eram crianças, jovens, adolescentes.  Os tais jogos estudantis com certeza deixaram professores e dirigentes espantados assim como eu que presenciei adolescentes entre 13 e 14 anos armados com facas, barra de ferro e diziam que um deles estava até com arma de fogo. Foi um momento pavoroso,” relatou a comerciante, que ao final deixou questionamentos aos parlamentares.
“-Eu pergunto aqui pra vocês: Onde estão os organizadores desse evento? Será que as escolas tem conhecimento do que acontece quando enviam seus alunos?”  Questionou a comerciantes, que encerrou sua fala, fazendo um desabafo que pelo menos parcialmente foi acolhido pelos vereadores.
“-Quando precisamos dos poderes constituídos dessa cidade, nós nos sentimos órfãos, nos sentimos de pés e mãos atadas. Nós vemos que em Paracatu, a segurança e a educação não são prioridades.” Finalizou.
A Vereadora Nilda da Associação (PC do B) comentou a tribuna da Sra Wilma e fez coro com a reclamação. “-A vitória desse vez foi da violência, pois a quadra mais parecia um ringue, os resultados foram catastróficos.” Afirmou a Vereadora
O Líder de governo Gilsão do Paracatuzinho (PRTB), afirmou que “a Secretaria contratou segurança privada para a parte interna, mas infelizmente, a Polícia Militar só deixou uma viatura na porta.”
O Vereador Marcos Oliveira (PSDB), por sua vez fez duras críticas ao trabalho do executivo e como ocupa a presidência da Comissão de Segurança Pública, disse que irá convocar o secretário e responsáveis pelo evento estudantil.
“-Pelo que foi colocado pelo líder, o Secretário de Esportes nem ao menos sequer sabe do que está acontecendo, nem as escolas ele sabia direito, pois ele se confundiu ao mandar recado pelo líder de governo. Como presidente da Comissão de Segurança Pública, nós iremos convocar o Secretário de Esportes e demais envolvidos para saber de verdade o que aconteceu,” garantiu Marcos Oliveira.

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti