3 set 09h39

Prefeitura confirma um caso de meningite e outro sob investigação em Paracatu

Depois de uma série de rumores sobre um suposto “surto de meningite” em Paracatu, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu nota confirmando um caso de meningite estreptocócica em uma criança de 5 anos, estudante da Escola Municipal Lúcia Cruz, onde foram apontados outros 2 casos suspeitos.
Por se tratar de suspeitas concentradas em uma Escola, onde há um maior risco de contágio, depois de tentar contato com a Secretaria de Saúde, fizemos contato com a Secretária de Educação Maria de Fátima Ulhoa que disse à nossa reportagem que “apesar da doença ser grave, não há motivo para pânico pois se trata de uma situação controlada.”
Uma das crianças já realizou exames e o resultado deu negativo. Um terceiro caso também de uma criança que estuda na mesma escola está sob investigação.
 “-Nós estamos seguindo orientação da Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária e as providências estão sendo tomadas, mas não há necessidade de suspensão das aulas. Se houver alguma novidade ou venham a surgir mais casos, então assim o faremos, mas por enquanto não é motivo de alarme,” afirmou Maria de Fátima.
 
Abaixo, transcrevemos na íntegra a Nota enviada pela Prefeitura Municipal
A Secretaria Municipal de Saúde informa à população, que há um caso confirmado, no dia 29/08, de meningite estreptocócica, em uma criança de 5 anos. Nesse caso, a infecção tem baixa transmissibilidade e não necessita de quimioprofilaxia. Essa criança passa bem e já recebeu alta.
Há um caso, NÃO CONFIRMADO, de outra criança de 5 anos, em investigação diagnóstica, aguardando resultados de exame específico.
 A Secretaria de Saúde reitera, que toda informação relevante para a população é devidamente repassada por meio de nota oficial emitida pela Administração Municipal. Qualquer outra informação acerca desse assunto não procede.
Hoje, com as redes sociais, uma informação equivocada pode levar a  população ao pânico, de forma irresponsável.
Os profissionais de saúde do município, com toda a sua responsabilidade, estão prontos a responder as demandas informacionais e técnicas de nossa população.
ASCOM/SEGOV
Sobre a Meningite estreptocócica
A meningite estreptocócica é uma doença infecto-contagiosa que atinge principalmente leitões nas fases de maternidade, creche e recria-terminação. O agente etiológico é o Streptococcus suis (S. suis), sendo, atualmente um dos patógenos mais importantes nas criações tecnificadas de suínos. O S. suis apresenta 35 sorotipos, porém nem todos têm a mesma virulência.
Nos seres humanos, a meningite estreptocócica é considerada uma doença profissional, atingindo geralmente pessoas que trabalham em contato direto com suínos (veterinários, produtores, açougueiros, trabalhadores de frigoríficos). As manifestações mais comuns em humanos são ameningite, seguida por septicemia e endocardite. A maioria dos casos em humanos é atribuída ao tipo capsular 2, que é o de maior ocorrência no Brasil. A rota mais frequente de transmissão é através de lesões na pele.
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti