8 ago 11h44

Cavalgada abre festividades da 33ª Expo Paracatu e encanta público

Aconteceu na tarde desta quarta-feira (07/08), a tradicional Cavalgada que dá início às festividades da 33ª Expo Paracatu, organizada pela Cooperativa Agropecuária do Vale do Paracatu.
Pelas ruas da cidade, um grande público já esperava pelo desfile das centenas de cavaleiros e amazonas em sua maioria vestidos a caráter que encantaram crianças e adultos.
Para os organizadores, o evento foi novamente recorde de público, levando alegria e beleza por várias ruas da cidade até chegar ao Parque de Exposições Emiliano Pereira Botelho.
A cavalgada já é considerada ponto de encontro para alguns que aproveitam para colocar o papo em dia, admirar e prestigiar os animais. Os paracatuenses também puderam recordar os bons tempos de nossa cultura e resgatar essa tradição tão antiga.
Uma comissão julgadora analisou e votou nos participantes e a COOPERVAP presenteou os melhores cavaleiros e amazonas adultos e mirins, a melhor comunidade entre outras homenagens.
Além disso, vários cooperados e autoridades que se destacaram em atividades desenvolvidas em prol do homem do campo foram homenageados durante o evento.
Vice Governador de Minas prestigia a Expo Paracatu e Ex-Prefeito
O Vice Governador do Estado de Minas Gerais Sr. Paulo Brant, esteve presente na abertura da Exposição Agropecuária de Paracatu e discursou durante a abertura do evento. 
Ficou claro também para os presentes o “prestígio” do ex-prefeito Vasquinho junto as autoridades do estado. O Vice Governador e o Deputado Estadual Inácio Franco acompanharam toda a cerimônia ao lado de Vasquinho, sempre citando e destacando o histórico de trabalho do ex-Prefeito e atual Presidente da Cemil, Vasco Praça Filho.
Maus-tratos a animais
Apesar do brilhantismo da festa e momentos de confraternização dos moradores da cidade com o homem do campo que o evento proporcionou, fotos de animais sangrando, vídeo de cavaleiros “chicoteando animais para domá-los” e depoimentos sobre maus-tratos a animais durante o percurso têm circulado nas redes sociais e causado comoção e revolta dos internautas.
A diretoria da Coopervap através de sua Assessoria de Comunicação tem se manifestado contra essas atitudes de participantes, buscando em suas campanhas conscientizar para evitar os maus-tratos, não só durante a cavalgada, mas em toda a festa. "Entendemos que é uma minoria e nós vamos continuar insistindo para que as pessoas não façam isso e não maltratem os seus animais,"  afirmou Geraldo Júnior
O que diz a lei
Maltratar é crime pela lei federal e está previsto na constituição. A lei determina que pessoas físicas ou jurídicas que lesam o meio ambiente devem sofrer sanções penais e administrativas. A Constituição determina o dever do Poder Público de proteger a fauna e de coibir os atos que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade.
Na lei está escrito exatamente assim: “Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. Em caso de morte do animal, a punição pode ser aumentada de um sexto a um terço.
Em caso de maus-tratos aos animais, qualquer pessoa pode acionar tanto a Polícia Militar, como a Polícia Ambiental. Eles irão apurar o caso. Na hipótese de a autoridade policial se recusar a registrar a ocorrência, o cidadão deverá procurar o Ministério Público para noticiar o fato. O caso também pode ser encaminhado ao Promotor de Justiça.
Se a infração tiver sido cometida por adolescente, a denuncia pode ser feita na Delegacia de Polícia ou, ainda, ao Conselho Tutelar ou ao Promotor da Vara da Infância e Juventude para comunicar o fato.
 
 Fotos: Douglas Fernandes
 
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti