7 ago 11h39

Vereador recobra melhorias e diz que está investigando "funcionário fantasma"

O Vereador Hernesto da Silva (SD), usou a tribuna da Câmara nesta segunda-feira (05/08) para “recobrar” o atendimento a uma série de requerimentos feitos por ele à administração municipal desde o início do mandato e que segundo ele não foram atendidos.
O parlamentar enumerou uma série de problemas que segundo ele “tem prejudicado a vida da comunidade e que poderiam ser resolvidos se houvesse boa gestão e boa vontade,” entre eles  o Consultório Oftalmológico montado no governo anterior que foi desativado por esse governo, a reforma no Posto de Saúde do Alto do Córrego, acumulo de exames nas unidades de saúde por falta de organização e logística, falta de Informatização dos prontuários que prejudica os pacientes e onera os cofres públicos, PSF do Bairro Novo Horizonte, demora nas reformas dos PSF’s do Nossa Senhora de Fátima, Paracatuzinho e São João Evangelista que deveriam ter sido concluídas. “-É preciso ter agilidade e um apreço maior por nossa comunidade,” afirmou Hernesto.
“-Pra tudo que se cobra existe o fator licitação que é a justificativa da demora. Mas a licitação nunca acontece, passam se os meses e nunca acontece,” afirmou Hernesto.
Sobre o PSF do Novo Horizonte, o Vereador criticou o silêncio do Governo Municipal perante as cobranças sobre melhorias e obras paradas. “-O que dizem é que a parte da Prefeitura de Paracatu foi feito e agora depende da contra partida do estado, mas o que incomoda é que o Governo não vem a público explicar o que houve de verdade ou cobre de forma mais efetiva do Governo de Minas, ficam sempre nas justificativas e o tempo vai passando,” lamentou Hernesto.
Funcionário Fantasma
Por fim, Hernesto da Silva deixou todos com uma “pulga atrás da orelha” ao comentar que um dos assuntos que seriam colocados ao público durante a sua tribuna, ele resolveu retirar da sua pauta para apurar melhor o caso, mas à nossa reportagem, o combatente Vereador adiantou que se trata da denúncia de um “funcionário fantasma” na Prefeitura de Paracatu, que já custou mais de R$ 300 mil reais aos cofres públicos.
 
 

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti