23 mai 15h27

Você se sente uma fraude? Uma fakenews no mercado de trabalho?

Não sei o que veio à sua cabeça com esse questionamento, mas o fato é que eu me lembrei de uma situação em uma seletiva para um emprego essa semana que as pessoas selecionadas deveriam ter curso de Excel, planilha eletrônica.  Os currículos foram selecionados a princípio com essa premissa.
Durante o teste vi uma candidata montando a sua planilha com uma calculadora do lado. Ela somava os números das colunas e digitava ao final o resultado. No mínimo curioso né?  Mas o fato é que essa pessoal de-fi-ni-ti-va-men-te não fez um Curso de Excel, pois isso é básico! 
Seria algo do tipo, comprar um martelo, encostar ele no prego e bater com a palma da mão pra enfiar o prego na madeira.
Muitas pessoas tentam enganar já outras se enganam.
Mas eu te pergunto: Quantas oportunidades você deixou passar por imaginar que não esté preparado ou por não estar de verdade?
A Síndrome do Impostor existe e é um fenômeno que atormenta muita gente pela dúvida em si próprio. É aquele sentimento de se sentir uma fraude, de subestimar seu potencial. O conceito foi definido originalmente como: "indivíduos de alto desempenho que são marcados por uma incapacidade de internalizar suas realizações e um medo persistente de serem expostos como uma 'fraude'" pelo simples fato de não conseguir realizar ações propostas.
Entendeu?
Você costuma julgar seu desempenho pior do que ele realmente é? Você não se sente qualificado para se candidatar na vaga de emprego dos sonhos? Ou não acredita que esteja preparado para uma promoção?
Embora seja difícil eliminar esses sentimentos de dúvidas, contestar a sensação de estar sempre rumo ao fracasso pode ser a alternativa.
O que eu recomendo?
Desafie sua própria mente! Quando você sentir que não é capaz de fazer algo, lembre-se a si mesmo de suas conquistas e vitórias. Se precisar, mantenha-as em uma lista. Faça disso o seu mantra: "Eu fiz isso...Eu sei isso...Eu já ganhei isso...".  Isso é válido, mas por favor, não escreva nada no seu currículo que você não saiba de verdade
É triste ver pessoas fazendo cursos por fazer e depois passar por uma situação dessas.
Respeite e seja gentil com sua própria história. Mas não deixe a falta de confiança nem o excesso dela atrapalhar as boas oportunidades.
Aceite riscos, opte pelo seu crescimento, desafie a si mesmo, mas também, seja realista.

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti