8 mai 16h43

Expedição percorre 350 quilômetros da calha do Rio Paracatu

O Movimento Verde de Paracatu (Mover), em parceria com o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paracatu (CBH Paracatu) e o Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) percorrerá, de 10 a 13 de maio, a calha do Rio Paracatu, com o objetivo de avaliar visualmente a situação em que se encontra a bacia. Serão percorridos aproximadamente 350 km.

S
aindo da Ponte do Rio Paracatu, na BR-040, entre Paracatu e João Pinheiro, a expedição percorrerá as regiões: do Ribeirão Entre Ribeiros; Brasilândia de Minas; a foz do Rio do Sono, e a margem direita do Paracatu, chegando no encontro do Rio Paracatu com o São Francisco, na divisa dos municípios de Santa Fé de Minas e Buritizeiro. A partida está prevista para as 8h da sexta-feira, 10 de maio, com chegada no município de Paracatu no dia 13, às 19h.

“Neste momento em que várias ações estão sendo implementadas na busca para a melhoria das condições de produção de água, tanto em quantidade como em qualidade na Bacia Hidrográfica do Rio Paracatu, é de fundamental importância uma avaliação, mesmo que visualmente, da situação em que se encontra o rio”,
disse o presidente do CBH Paracatu, Antônio Vieira (Tonhão).

A expedição terá a participação de 12 pessoas: quatro piloteiros com barcos contratados junto a pescadores profissionais do entorno da represa de Três Marias e oito tripulantes. Destes, dois são representantes do Mover, um é representante do Igam, um representa o Instituto Estadual de Florestas (IEF); dois são representantes do CBH São Francisco, um é representante do CBH do Entorno da Represa de Três Marias e um é representante da empresa Nexa Resourses, parceira do comitê. Do total de tripulantes, três também representam o CBH Paracatu.

A expedição pretende documentar a situação encontrada ao longo do percurso percorrido. As imagens e dados produzidos durante a expedição serão compilados em um relatório documental e fotográfico que compilará dados a respeito da real condição em que se encontra o Rio Paracatu.

A expedição conta, também, com o apoio de empresas e outros órgãos como o Comitê de Bacia do Rio São Francisco; a Agência de Bacia Peixe Vivo e a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa).


Fonte: ASCOM SEC Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti