25 abr 2010 02h47

Descaso com o Patrimônio Histórico preocupa Vereadora Graça Jales

A Vereadora Graça Jales utilizou a tribuna da Câmara para apresentar a situação calamitosa de algumas edificações históricas localizadas na Rua Temístocles Rocha, antiga Rua da Praça (e no início da história de Paracatu,a Rua do Calvário conforme lembrou bem a vereadora).

Graça Jales relembrou que, com muita dificuldade e ao mesmo tempo, muito trabalho através de projetos apresentados a diversos Ministérios e inúmeras viagens até Brasília, quando estava à Frente da Secretaria de Cultura adquiriu três edificações de grande valor histórico naquela rua, que a princípio abrigariam o Museu do Ouro, a Escola de Música e Museu de Arte Sacra. “Quando deixei a Secretaria, havia 190 mil reais no caixa e as edificações estavam escoradas; mas a cada dia que passa a degradação aumenta e a casa de Dr Chiquito por exemplo, está praticamente suspensa. Vale lembrar que as três edificações foram adquiridas para instalação de órgãos públicos que inclusive, a Prefeitura paga aluguel.” disse Graça

Segundo Graça, Paracatu tem 260 edificações de valor histórico cadastradas e ainda o fundo de preservação do patrimônio histórico, e tudo isso conta pontos para o ICMS Cultura. “-Cada edificação conta a história de um povo e somos pólo histórico cultura de uma região. Temos que ter uma atenção muito especial com a preservação desta história e desta referência no estado”. destacou a Vereadora Graça
“O número de reclamações é imenso e virou caso de Polícia, pois não só os moradores daquelas imediações, mas toda a comunidade, pois a Prefeitura fez um recuo na rua causando um grande transtorno, inclusive para a Escola que funciona bem em frente os sobrados. Chegou ao estado de calamidade.” Finalizou a vereadora que já foi Secretária de Cultura por 2 vezes nos últimos governos.

Professor Glewton de Sá utilizou aparte e se disse triste e decepcionado com a situações, mas que não é surpresa pra ele pois o governo tem esta mania: “-Todas as obras são começadas e ficam inacabadas”. Destacou que o problema da Rua Temístocles Rocha é mais antigo que a Rodoviária.

O Vereador João Macêdo elogiou a postura de Graça Jales e disse que os tapumes colocados no local são um exemplo do desleixo que está a cidade, citou também outras edificações na cidade que estão neste mesmo estado. “Graça é a representante legítima da Cultura na Câmara.” Completou João Macêdo
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti