13 nov 2009 17h20

Tarzan Leão é convidado especial em lançamento de Livro em São Paulo

O colunista do paracatu.net, Tarzan Leão, participou na noite desta quarta-feira, 11, do lançamento do livro Mentira romântica e verdade romanesca (editora É Realizações, 2009), de René Girard, às 19h, no Espaço Cultural É Realizações, em São Paulo, capital, a convite do palestrante, o teólogo inglês James Alison (presidente da Fundação Imitatio, voltada para a obra de René Girard). Durante a palestra de lançamento, Alison situou a obra do escritor francês dentro de um contexto mais amplo e esclarecedor, para facilitar a compreensão para o público brasileiro.

Além de um público seleto, também estiveram presentes à palestra o editor de Girard Edson Manoel de Oliveira Filho e a tradutora Lilia Ledon da Silva.

O convite ao nosso colunista, que foi a São Paulo com todas as despesas pagas pelo presidente da Fundação Imitatio, se deveu ao fato de o mesmo estudar e divulgar a obra de Girard e cultivar uma amizade de mais de duas décadas com James Alison, uma das maiores autoridades no pensamento do antropólogo francês.

Quem é René Girard
René Girard é conhecido por suas teorias que consideram o mimetismo a origem da violência humana que desestrutura e reestrutura as sociedades, fundando o sentimento religioso arcaico. Girard se auto-define como um antropólogo da violência e do simbolismo religioso. Alguns o consideram o "Darwin das ciências humanas".

Por meio de seus trabalhos de antropologia, ele teorizou o que é considerado uma de suas grandes descobertas: o mecanismo do bode expiatório, segundo ele um mecanismo fundador de qualquer comunidade humana e de qualquer ordem cultural: quando o objeto de desejo é apropriável, a convergência dos desejos conflitantes em sua direção engendra a rivalidade mimética que é a fonte da violência. No grupo primitivo, esta violência, por paroxismo, se focaliza numa vítima arbitrária cuja eliminação reconcilia o grupo. Esta vítima é, para Girard, sagrada e constitui a gênese do sentimento religioso primitivo, do sacrifício ritual como repetição do evento originário, do mito e dos interditos.

A obra de Girard desafia manifestamente a de Sigmund Freud no campo do desejo, bem como a de Claude Lévi-Strauss no que se refere à interpretação dos mitos e a de Karl Marx quanto ao determinismo econômico.

Livros de René Girard disponíveis em português.

Mentira romântica e verdade romanesca, É REALIZAÇÕES.

Anorexia e desejo mimético, TEXTO & GRAFIA

A violência e o sagrado PAZ E TERRA

A voz desconhecida do real, INSTITUTO PIAGET.

O bode expiatório, PAULUS

Coisas ocultas desde a fundação do mundo, PAZ E TERRA

Um longo argumento do princípio ao fim, TOPBOOKS.

Eu via satanás cair do céu como um raio, INSTITUTO PIAGET.

Quem é James Alison

James Alison é estudioso da obra de Girard há mais de vinte anos, e vem atuando como divulgador de seu pensamento tanto no mundo de língua inglesa como espanhola. Padre e teólogo, é doutor pelo Centro de Estudos Superiores da Companhia de Jesus BH. Acompanhou Girard quando de sua primeira visita ao Brasil em 1990 (Piracicaba-SP), e em outubro deste ano participou , com o próprio René Girard, de um debate público em Paris. James Alison é autor de The Joy of Being Wrong: Original Sin Through Easter Eyes, Raising Abel: The Recovery of the Eschatological Imagination, Knowing Jesus, Le péché original à la lumièr de la Résurrection, além de ter sua obra já traduzida para o alemão, espanhol, russo e holandês
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti