26 nov 2013 01h36

“Tem hora que eu sinto vergonha de ser Vereadora”, afirma Eloisa Cunha ao falar de Segurança Pública

Durante sua fala, a Vereadora do PMDB, convocou todos os parlamentares a unirem forças em uma força tarefa, mesmo que estejam contrários aos interesses do comando local ou do governo.

A Vereadora Eloisa Cunha (PMDB), fez uso da Tribuna da Câmara nesta segunda-feira para convocar todos os vereadores a formarem uma Comissão e irem até o Governo de Minas pedir ajuda urgente para o município de Paracatu.“-A questão da violência está chegando a um ponto insustentável e temos que caminhar pra uma ação definitiva, pois o que vejo é que o estado está omisso. Está uma vergonha a situação em Paracatu e eu confesso que também sinto vergonha de ser Vereadora, porque parece que somos omissos, mas nós ficamos impotentes diante da situação que chegou a nossa cidade.” Disse.

A Vereadora afirmou ainda que em se tratando de segurança pública, os vereadores devem se unir independente de posição partidária, afirmando que a falta de ação da polícia local também se deve a interferência do executivo.“-Temos que formar uma comissão com os 17 vereadores e ir direto até Belo Horizonte conversar com o Governador ou com o Danilo de Castro e não podemos permitir que a opinião de um ou outro, ou mesmo do vice Prefeito que interferiu na retirada do Major aqui em Paracatu tenha mais peso. Temos que olhar pelo lado do povo de Paracatu.”  Denunciou Eloisa.

O Vereador Cabo Gilvan (PTB), também fez uso da palavra e apresentou número que espantaram os vereadores e o público presente, afirmando que os policiais de Paracatu estão desmotivados. “-Uma tropa motivada produz e dá mais resultados, e em Paracatu estamos caminho inverso. Em 2011, tivemos em Paracatu 29 homicídios quando a Polícia estava sobre o comando do Coronel Riposati e hoje, sob o comando do Major Aquino já estamos quase dobrando este número, com 50 homicídios. Os número de roubos também estão quase dobrando, em 2011 foram 264 e este ano já ultrapassamos 450. Paracatu verdadeiramente pede socorro porque isso tem que mudar e não é o ano que vem, é já!” Convocou
 
Ragos Oliveira (PT), comentou que os comerciantes estão assustados e vários mudando de Paracatu. Citou o exemplo de um comerciante no bairro Bela Vista que já foi assaltado 52 vezes e agora, decidiu se mudar para Catalão, no estado de Goiás.




Foto: Douglas Fernandes

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti