23 mai 2013 22h59

A justiça de Deus é nossa única esperança

"Quem permanece firme na justiça de Deus viverá,
mas quem corre atrás do mal acabará morrendo."
(Pv 11.19)

A sociedade brasileira está mergulhada numa violência sem tamanho. Mata-se por quase nada ou, qualquer motivo é razão para se tirar uma vida. As pessoas estão perdendo a capacidade do diálogo e recorrendo à violência pura e simples para resolverem suas diferenças com o outro. Onde vai parar tudo isso? Impossível saber.

Estamos, ao que parece, a um passo da barbárie. E isto não é apenas força de expressão. A Europa, quando foi invadida pelos povos bárbaros entre os anos 300 e 800 d.C., viveu momento de terror e insegurança. Muitos, amedrontados, fugiram das grandes cidades para áreas rurais, dando origem ao feudalismo. Hoje, pelo que observamos, nem mesmo nas áreas rurais se pode morar com segurança. 

O grande paradoxo é que os malfeitores estão soltos, enquanto as pessoas de bem vivem fechadas em suas casas, sendo literalmente filmadas diuturnamente, na ilusão de que, cercando-se assim de câmeras, estão mais seguras. Ledo engano! Até parece que os bandidos gostam mesmo é de assaltar estabelecimentos comerciais e residências com sistema de segurança porque, desta forma, aparecerão nos programas policiais em horário nobre, para o gozo e alegria dos seus comparsas.

O nosso sistema de segurança pública fracassou; o Estado não consegue nos proteger e os malfeitores se matam mutuamente num faroeste tupiniquim de extremo mau gosto. A infância, bom... a infância de muitos foi roubada e não são poucos os jovens que se entregam à violência, morrendo em pleno alvorecer da mocidade. De maneira que não há outra saída senão colocar toda a esperança no Senhor, porque, como diz o provérbio, "quem permanece na justiça viverá, mas quem sai em busca do mal corre para a morte."

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti