5 set 2009 22h19

Carga roubada em Uberaba é localizada em Paracatu

Polícia Civil recuperou carga roubada, avaliada em quase R$ 300 mil, e prendeu acusado de receptação. O carregamento de defensivos agrícolas foi retirado de uma beneficiadora de algodão, instalada no Distrito Industrial 2, no dia 9 do mês passado. Na ocasião, seis homens entraram na empresa, renderam o vigia e encheram um caminhão com os produtos.

Segundo a vítima, ela estava no interior da empresa quando, em determinado momento, chegaram quatro indivíduos armados que pularam a cerca da empresa e o renderam. Em seguida, ele foi amarrado e os bandidos foram até um galpão e roubaram todo estoque de defensivos agrícolas, avaliado em R$ 300 mil. Posteriormente foram até o escritório da empresa e roubaram computadores, além da quantia de R$ 480 em dinheiro e R$ 5.300 em dinheiro que estavam no bolso da vítima. Após o roubo, eles fugiram na madrugada em um caminhão Mercedes Benz de cor amarela.

Desde então, equipe de policiais civis, sob o comando do delegado Élinton Feitosa, chefe da Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) do bairro Olinda, iniciou investigação. No início desta semana, chegaram a uma fazenda no município de Paracatu (MG), onde o caminhão e a carga estavam escondidos, aguardando negociação para a venda.

Eles descobriram que indivíduos estariam oferecendo a mercadoria roubada para comerciantes daquele município. Após chegar ao local, eles foram até um estabelecimento comercial e, por volta das 12h, prenderam o acusado João Pereira Filho, 41 anos. Após questionamentos, João levou os detetives até a sede de uma fazenda situada a cerca de 10 quilômetros de Paracatu, onde foi localizada a mercadoria. O caseiro da fazenda foi identificado como Wilson Gonçalves Braga.

No local foram presos João Pereira Filho, 41 anos, apontado como o corretor no esquema – ele fazia contatos para negociar a venda da carga –, e o caseiro Wilson Braga, 46 anos, que recebeu para esconder a mercadoria na fazenda. Os dois foram autuados por crime de receptação e são mantidos presos na cadeia pública de Paracatu.

Ontem, a carga roubada chegou a Uberaba e foi devolvida à empresa. Segundo informações do detetive Robson, que integrou a operação, estima-se que a carga estivesse intacta e na sua totalidade. A empresa-vítima deve fazer, hoje, a avaliação dos produtos recuperados.

Ainda segundo dados da PC, os seis integrantes da quadrilha que efetuou o roubo já foram identificados. Os nomes são mantidos em sigilo, mas sabe-se que a maioria não é formada por uberabenses. A investigação continua para efetivar cerco aos autores.
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti