30 set 2010 02h46

Os Prefeitáveis - Parte III

Chego hoje ao final da lista dos principais nomes apontados pelos observadores políticos como prováveis candidatos a prefeito de Paracatu em 2.012.

O próximo da relação é o do empresário Roberto Rabelo. Ele demonstrou capacidade de trabalho e arrojo quando à frente da Loja Maçônica Nova Luz Paracatuense. Repetiu a dose como um dos dirigentes do Grupo Atenas que, além de fazer surgir em Paracatu um campus universitário invejável, brindou a cidade com uma faculdade de medicina que atrai estudantes e profissionais da área de todo o Brasil. Servidores do Grupo Atenas, inclusive os mais humildes, não poupam elogios ao chefe. E dizem que votariam nele. As duas lojas maçônicas locais, mesmo com a discrição que convém aos maçons, já deram sinalização positiva. Basta Roberto Rabelo querer ser candidato.

Dentre os vereadores que integram a Câmara, Romualdo Ulhoa, do PDT, é o mais lembrado quando o assunto é o lançamento de candidatos a prefeito.é membro de uma família que tem tradição política. Médico, além de contar com a simpatia de uma classe que tem e conquista votos, ele é visto como pessoa que poderia melhorar a saúde pública no município. Tem iniciativas interessantes na área da educação. Poderia contar com o apoio da maçonaria, caso Roberto Rabelo não aceite sair candidato. E transita bem no meio cultural, onde existem vários formadores de opinião e o seu irmão, o engenheiro Max Ulhoa, vem atuando há anos.

Chegamos, por fim, pela ordem alfabética, a Vera Lúcia Lemos Campos Botelho. Servidora pública, comerciante e bacharel em Ciências Contábeis, ela realizou um bom trabalho quando secretária municipal da Fazenda. Mudou a sistemática do cálculo do VAF (Valor Agregado Fiscal), com o que ampliou significativamente as receitas de Paracatu. Cedida ao Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e o Adolescente, deu show de competência na ampliação de suas receitas, até ser tirada de lá por motivos meramente políticos.

Na hipótese, que as pesquisas indicam ser provável, de Dilma Roussef ganhar a eleição presidencial na semana que vem, o eleitor poderá querer repetir aqui a experiência de colocar uma mulher no comando. Vera conta com isso. E, vendo que o seu nome é o último da lista, lembra, biblicamente esperançosa: “os últimos serão os primeiros”...

Por enquanto, esses são os principais nomes apontados como prováveis candidatos a prefeito de Paracatu em 2.012. Existem outras possibilidades que ainda são poucos visíveis, bem como existem “prefeitáveis” hoje com cacife político que deixarão a lista. Repito: “política é como uma nuvem: a cada hora que se olha ela está de um jeito diferente”. Que os nossos líderes do momento e aqueles que ainda vão surgir se preparem para escrever, com dignidade, a palavra futuro. E que Deus os ajude e abençoe nessa caminhada.

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti