18 out 2011 13h14

Usina da Bioenergética Vale do Paracatu tem autorização não concedida pela ANEEL

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) homologou nesta ultima terça-feira, o resultado do leilão de energia de reserva, realizado no dia 18 de agosto, que comercializou 460 megawatts médios (MWmed) de 41 usinas. O início do processo de adesão à Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) será iniciado hoje.

Ao todo, foram contratadas 34 usinas eólicas e sete com uso de biomassa. O início do suprimento será iniciado a partir de julho de 2014. A potência das usinas soma 1.218,1 megawatts (MW). De acordo com a Aneel, o investimento total para implantação dos empreendimentos contratados é da ordem de R$ 3,26 bilhões.

A única autorização não concedida pela diretoria foi à Bioenergética Vale do Paracatu para exploração da usina UTE BEVAP. A empresa não foi habilitada pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e somente participou do leilão por obter liminar na Justiça, que já não está mais em vigor. A agência informou, no entanto, que a empresa ainda possui prazo para apresentar recurso por sua inabilitação no leilão.

O preço médio de venda de energia por megawatt-hora (MWh) ficou em R$ 99,61, com deságio médio de 31,8% em relação ao preço-teto, que era de R$ 146/MWh. Segundo a agência, esse deságio representa economia de R$ 3,7 bilhões no custo da energia.

Lembrando que em fevereiro a Aneel autorizou o inicio de geração comercial da primeira turbina, de 25 MW, da termelétrica Bevap (80 MW), da Bioenergética Vale do Paracatu, esta que é uma usina a bagaço de cana-de-açúcar.
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti