20 ago 2011 14h22

Produtores de Paracatu participam da Feira da Agricultura Familiar de Minas Gerais (Agriminas)

Açúcar mascavo orgânico, farinha de mandioca temperada, muçarela de búfala, artesanato de cabaças, bonecas de trapo e uma inovação, sem perder a tradição da culinária tradicional mineira: a panela de pressão de pedra-sabão. Estes são apenas alguns dos produtos dos assentados da Reforma Agrária que participam, até domingo (21), da 6ª. Feira da Agricultura Familiar de Minas Gerais (Agriminas). Promovida pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Minas Gerais (Fetaemg), a feira se realiza na Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte. O presidente do Incra, Celso Lisboa de Lacerda, participou da abertura da Agriminas na tarde da quinta-feira (19).

A agricultora Anailza Ribeiro do assentamento Divisa, em Ituiutaba (MG), trouxe para a exposição a produção de bonecas de trapos feitas pelas mulheres da comunidade. “A gente reuniu as mulheres há três anos e estudou uma atividade para aumentar a renda de nossas famílias” explica. É a segunda vez que elas participam da feira. O preço das bonecas variam entre R$10 e R$50.

Os moradores do projeto de assentameto XV de Novembro, em Paracatu (MG), trouxeram para Belo Horizonte seus artesanatos feitos em cabaça. Eles ficaram conhecidos na feira, já que participaram de todas as edições. “A produção de cabaça é renovável e nos possibilita desenvolver uma imensidão de artesanatos” explica Lourival de Caldas. Apenas no primeiro dia foram vendidas 600 cabaças para um comerciante de São Paulo. “Além de vender na feira conseguimos fazer muitos contatos para vendas futuras” afirma Sr Lourival.

“Comparecemos em todas as edições da feita, trazendo nosso artesanato feito em cabaça”, destaca Lourival Araújo Caldas Filho, morador do assentamento XV de Novembro, localizado no município de Paracatu, noroeste do estado finaliza.

fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti