28 out 2010 12h25

Bispo de Paracatu fala sobre o novo Cardeal Brasileiro

Dom Raymundo tem 73 anos e nasceu em Capela Nova, na Região Central de Minas. Além de governar uma das principais arquidioceses do Brasil, o religioso é também presidente do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam). Com a nomeação de dom Raymundo, Brasil passa a ter nove cardeais

“Encontrava-me em Brasília, quarta-feira passada, quando, ainda pela manhã, tomei conhecimento da nomeação de Dom Raymundo Damasceno, como o mais novo Cardeal brasileiro da Santa Igreja. Vibrei de contentamento e de reconhecimento. De fato, Dom Damasceno é uma figura de grande projeção no episcopado brasileiro.” Relatou Dom Leonardo à nossa equipe.

Dom Raymundo foi, por duas vezes, Secretário-geral da CNBB, foi Secretário do CELAM e, agora, é justamente o Presidente do CELAM. Sem dúvida nenhuma, a Conferência do CELAM, em Aparecida, aliás, a chamada "Conferência de Aparecida", teve a participação decisiva de Dom Damasceno, pois ele é e foi o Arcebispo anfitrião da Conferência e teve o privilégio de "hospedar em própria casa" o Santo Padre Bento XVI.

O novo cardeal foi professor de vários Sacerdotes de nossa Diocese, entre eles, Dom Benedito (o eterno Padre Bené para os amigos de Paracatu e hoje Bispo de Presidente Prudente), do Monsenhor João César e Monsenhor Augusto.

“Eu tive a honra e o privilégio, no dia seguinte à minha posse aqui em Paracatu, de impor às mãos sobre ele, na sua Ordenação Episcopal, dia 15 de setembro de 1986. De fato, ele foi ordenado bispo no dia seguinte à minha posse em Paracatu.” Disse Dom Leonardo manifestando contentamento, e ainda completou: “-Merecedíssima noemação. Ele, a rigor, não é nem direita nem esquerda: é centro, tanto melhor.”

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) emitiu uma nota de congratulações ao arcebispo de Aparecida. “Dom Damasceno é exemplo de dedicação e de entrega total e irrestrita à missão evangelizadora que a Igreja desempenha em vista à construção do Reino de Deus”.

Trajetória

Dom Raymundo Damasceno entrou em 1955 para o Seminário Menor, em Mariana (MG) onde cursou o segundo grau e o curso de Filosofia. Em 1961 foi para Roma onde cursou filosofia e, em 1965 foi para a Alemanha, onde acompanhou o Curso Superior de Catequese. Dom Damasceno foi ordenado padre em Conselheiro Lafaiete, em 19 de março de 1968.

Após a ordenação, o religioso foi para a Arquidiocese de Brasília, onde ficou até 2003. Em 1986 foi nomeado bispo, desempenhando as funções de bispo-auxiliar e vigário geral em Brasília.

Foi secretário-geral do Conselho Episcopal Latinoamericano (Celam) de 1991 a e secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil em dois períodos: 1995 a 1999 e 1999 a 2003.

Em 2004, foi nomeado arcebispo da Arquidiocese de Aparecida, onde fica o Santuário Nacional e principal destino de peregrinação dos católicos no Brasil.

Possui pós-graduação em Filosofia da Ciência pela Universidade de Brasília (UnB) e pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Também já foi professor da UnB.
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti