10 out 2010 00h55

Estudante de medicina é preso em hospital

A indicação indevida de um remédio para uma criança de 6 anos levou o Ministério Público a pedir para a Polícia Civil de Santa Fé de Goiás, a 269 quilômetros de Goiânia, na Região Centro-Oeste do Estado, realizar uma investigação sobre as ações de um estudante de medicina, que estaria atuando como médico, no Hospital Municipal Antônio de Carvalho, na cidade. Segundo o delegado Humberto Teófilo de Menezes
Neto, responsável pelas investigações, uma equipe de policiais, flagrou, por volta das 8 horas de ontem, João Batista Júnior, de 26 anos, prescrevendo medicação para pacientes e assinando o receituário. O rapaz que cursa o 9° período de medicina, na Faculdade Atenas, em Paracatu (MG), foi preso acusado de exercício ilegal da medicina e por falsidade ideológica.

O prefeito de Santa Fé de Goiás, Gilmar Batista, falou que o sobrinho seria estagiário no hospital. De acordo com o diretor do Hospital, médico Afrânio José da Silva, o estudante seria estagiário e estaria sobre a supervisão dele. João Batista , por determinação do Poder Judiciário local, foi posto em liberdade.

Fonte: Ministério Público do Estado de Goiás

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti