22 nov 09h43

Centralseg entrega decibelímetro a PM para combate à poluição sonora em Paracatu

Nessa segunda-feira, (21/11) o Conselho Central de Políticas de Segurança Pública de Paracatu (Centralseg) entregou um equipamento decibelímetro para a Polícia Militar Ambiental, que passará a intensificar a repreensão aos crimes de poluição sonora. Além desse equipamento, também foi adquirido um segundo decibelímetro que será disponibilizado sempre que os aparelhos da Polícia Militar precisarem de manutenção. Esse decibelímetro reserva vai permitir que a atuação contra os crimes de poluição sonora não seja interrompida.

O equipamento foi adquirido em parceria com 
o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Paracatu e todos esses materiais foram adquiridos com recursos oriundos de compensação ambiental.

De acordo com a promotora de Justiça Mariana Leão, Paracatu apresenta um grave problema de poluição sonora.
“Proprietários de carros, bares e organizadores de evento agem sem nenhum bom senso, perturbando a comunidade com som exageradamente alto, o que enseja diversas denúncias e reclamações. Com o aumento do número de decibelímetros, será possível responsabilizar quem cometer esse tipo de crime”, apontou.

Também segundo a promotora, foram entregues mil cartilhas de educação ambiental, que serão distribuídas principalmente na zona rural, com o objetivo de prevenir crimes e auxiliar a população a ter uma relação mais sustentável com o meio ambiente. Ainda serão impressas mais mil cartilhas, que também serão distribuídas em outras cidades da região, garantindo que os proprietários rurais tenham acesso à informação de qualidade.

Na cerimônia de entrega dos equipamentos, também foram esclarecidas dúvidas sobre a campanha contra os loteamentos irregulares, que foi lançada esse mês em Paracatu. Tanto a Polícia Militar quanto a Promotora de Justiça orientaram as pessoas a não comprarem imóveis em loteamento irregulares e procurarem o MPMG caso já tenham comprado.



O fundador da CENTRALSEG, Watson Wilton de Azevedo Rocha, afirmou que “o trabalho para aquisição dos equipamentos que possam auxiliar o trabalho e suporte aos órgãos de segurança da cidade é continuo.” “-O propósito da CENTRALSEG é sempre estar à disposição das Forças Policiais e do Ministério Público no combate ao crime organizado e em favor da comunidade Paracatuense,” afirmou Watson.

Sobre a CENTRALSEG

O CENTRALSEG - O Conselho Central de Políticas de Segurança Pública de Paracatu - é uma entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos e de utilidade pública municipal e estadual, que tem por finalidade colaborar com as questões de defesa social, especialmente aquelas ligadas à prevenção criminal. Vem atuando em apoio aos órgãos de segurança pública, tais como: PMMG, PCMG, CBMMG, SEAP e GAECO.

O Conselho é formado por pessoas de uma mesma comunidade que se reúnem para discutir, planejar, analisar, e acompanhar as soluções de seus problemas, que reflete na Segurança Pública.

Além do título de utilidade pública municipal, em 07 de novembro de 2019, o Governador Romeu Zema sancionou a lei 23468, que declarou de utilidade pública estadual, o Conselho Central de Políticas de Segurança Pública de Paracatu - Centralseg, com sede no Município de Paracatu.




Com informações do MPMG


*Permitido compartilhamento e ou cópia desde preservada a fonte (LEI Nº 9.610/98)
____________________________________________
news blog comunica not reporter a midiadigital noroestemineiro facebook youtube tradutor google hotmail mercado livre whatsapp gmail globo uol google tradutor previsão do tempo olx traduzir netflix yahoo messenger jogos instagram whatsapp web g1 outlook clima minecraft bol covid19 coronavirus pandemia paracatu vagas de emprego estágio
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti