Oni Instituto

Jornal O Tempo destaca Paracatu como destino turístico em Minas

O jornal O Tempo, publicou nessa terça-feira (05/09), uma matéria que destaca Paracatu como destino turístico em Minas Gerais.Veja reportagem logo abaixo:"Um presépio do

Por Paracatu.Net em 06/09/2023 às 10:06:50

O jornal O Tempo, publicou nessa terça-feira (05/09), uma matéria que destaca Paracatu como destino tur√≠stico em Minas Gerais. Veja reportagem logo abaixo: "Um presépio do século XIX". É assim que o produtor cultural Afonso Borges definiu a cidade de Paracatu, localizada no Norte de Minas Gerais, que recebeu no m√™s passado o seu primeiro festival liter√°rio internacional, o Fliparacatu. Um dos organizadores e curadores do evento, Borges prosseguiu exaltando os potenciais do lugar, que ele lembrou possuir 600 imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Art√≠stico Nacional (Iphan). Um n√ļmero que d√° dimensão de como esse é um destino perfeito para quem quer conhecer um pouco mais sobre a história do pa√≠s, as tradições mineiras e até se surpreender com as belezas naturais da região. Nesta reportagem - após conversas com Nathiele Macedo, mestranda em ci√™ncias sociais e estudiosa da história de Paracatu, e tours ao lado da guia de turismo Nayara Vaz da Costa e da historiadora Helen Ulhoa Pimentel -, traçamos um roteiro que passeia pelos principais pontos de interesse da cidade, que preserva a arquitetura colonial, a religiosidade, o artesanato e a gastronomia t√≠picos daquele território. Patrimônio Uma das paradas é a Igreja Nossa Senhora do Ros√°rio dos Pretos, constru√≠da em 1744 por pessoas escravizadas que trabalhavam nas minas de ouro e prata. A igreja tem um estilo de transição entre o colonial mineiro e o goiano e fica no Largo do Ros√°rio, onde também h√° um coreto e um busto. Atr√°s do templo, h√° o prédio do grupo escolar Afonso Arinos, em estilo eclético, além de casas representativas de outras vertentes estéticas, como a arquitetura colonial, art déco e moderna. Ainda nos arredores do local, pode-se passar pelo Beco do Candinho/Ranufo, que oferece uma vista pitoresca da igreja e um mural com uma arte de Jana√≠na Campos. A construção da Igreja Nossa Senhora do Ros√°rio dos Pretos é herança da história de opressão e segregação racial associada ao tr√°fico de africanos e africanas para colônias europeias. Um tipo de pr√°tica desumana que é uma caracter√≠stica constituinte de nações como o Brasil, pa√≠s respons√°vel por 40% do comércio de negros para exploração de mão de obra escrava, sendo o √ļltimo dos territórios ocidentais a abolir o regime escravocrata. Tanto que essa pol√≠tica em prol do chamado "tr√°fico negreiro" se percebe na cartografia das cidades brasileiras - inclusive, em Paracatu. No lugar, a Igreja Nossa Senhora do Ros√°rio dos Pretos foi constru√≠da para ser frequentada pelos "negros livres", ou seja, aqueles que haviam sido alforriados. A medida combinava duas preocupações da Coroa portuguesa: de um lado, junto à Igreja Católica, promover a conversão de africanos ao cristianismo, de outro, evitar que esses novos cristãos frequentassem o mesmo espaço religioso que os brancos, que tinham para si a igreja matriz. A Igreja Matriz de Santo Antônio é outra atração da cidade. Ela começou a ser erguido, provavelmente, em 1730, sendo considerado o mais antigo da cidade. Ele tem um estilo barroco-rococó e possui acervo de imagens sacras, pinturas e talhas douradas. A igreja é dedicada ao padroeiro da cidade e recebe muitos fiéis durante a festa de Santo Antônio de P√°dua, que acontece em junho. Outra igreja que vale a pena conhecer é a Igreja de Sant'Anna, que fica no Largo do Sant'Ana. A igreja foi constru√≠da em 1736 e tem um estilo jesu√≠tico barroco. A estrutura original ruiu no século passado. Posteriormente, foi erguida uma réplica não id√™ntica do templo, que possui uma torre √ļnica e um interior simples. Vale registrar que parte do acervo da arte sacra da Igreja de Sant'Anna foi preservada por ação da população local, que, percebendo que a estrutura estava ameaçada, retirou o altar-mor - como é chamado o altar principal de uma igreja, localizado em ponto oposto à porta de entrada -, levando-o para a Matriz de Santo Antônio, onde pode ser visto. Cultura Outro lugar que merece uma visita é a Casa de Cultura, que funciona em um antigo casarão do século XVIII e abriga eventos art√≠sticos e oficiais, além de oferecer cursos de artes. O espaço é um museu aberto aos feriados e fins de semana e conta com um acervo de objetos históricos, art√≠sticos e culturais da cidade. Nas proximidades da Casa de Cultura, est√° um dos s√≠mbolos da cidade: o Chafariz da Traiana, que fica no Largo do Museu, considerado um tributo que celebra o ano de 1798, quando o Arraial de São Luiz e Sant'Ana das Minas foi elevado a Vila de Paracatu do Pr√≠ncipe, por Maria I de Portugal, graças a sua import√Ęncia econômica durante o Ciclo do Ouro. Para quem gosta de história, o Museu Histórico Municipal Pedro Salazar Moscoso da Veiga é uma opção. O museu, que estava fechado para reforma no per√≠odo em que a reportagem esteve na cidade, fica em uma antiga resid√™ncia do século XIX e possui uma coleção de fotos, documentos, móveis, utens√≠lios e peças que retratam a vida social, pol√≠tica e econômica de Paracatu, além de ter uma sala dedicada à memória dos escravos e à cultura afro-brasileira. Outro museu interessante é o Museu do Bordado, que, situado em uma casa centen√°ria, expõe peças de bordado feitas pelas mulheres da cidade. Mais uma iniciativa em prol da memória da cidade é a Casa Kinross de Paracatu, um espaço interativo inaugurado em 2017 pela empresa de mineração de ouro que atua na região. O lugar fica em uma resid√™ncia do século XIX, restaurada e adaptada para abrigar uma exposição permanente, que mostra a trajetória do munic√≠pio desde os tempos do Brasil colonial, destacando aspectos como o Ciclo do Ouro, a presença ind√≠gena, a mão de obra escravizada, a vocação agropecu√°ria e outros acontecimentos marcantes. O espaço é fruto de uma parceria com o Museu da Pessoa, que coletou depoimentos de moradores de Paracatu, compartilhando suas próprias lembranças. Esses v√≠deos fazem parte do acervo do lugar. Gastronomia Para quem quer experimentar a culin√°ria regional, o Mercado Mineiro é uma boa pedida. O mercado fica em um prédio histórico e oferece diversos produtos t√≠picos da região, como queijos, doces, cachaças, pães de queijo, linguiças e salgados. No local também é poss√≠vel encontrar pratos tradicionais como feijão-tropeiro, frango com quiabo e tutu de feijão. A rua Goi√°s é um dos principais points da vida noturna da cidade. Por l√°, o visitante encontra o famoso pão de queijo de Paracatu no Trem Bão Pãodequeijaria, que oferece a iguaria de diversas maneiras, seja com recheio ou simples. Casas que abrem ao entardecer, o Bistrô Canuto e o Manjericão oferecem pratos como massas e risotos, além de cartas com vinhos nacionais e importados. Durante o dia, o Restaurante e Pizzaria Canuto e o restaurante Flor de Alecrim t√™m opções self-service. Quanto à sobremesa, a Firenze Gelateria é uma boa escolha, incluindo gelados de sabores cl√°ssicos, como pistache, e outros com apelo mineiro, como o de queijo com goiabada e o de doce de leite. Mais afastado do centro histórico da cidade, a Casa de Concessa é também uma parada obrigatória, misturando gastronomia e entretenimento. Dona do empreendimento, a atriz Cida Mendes costuma incorporar a célebre personagem Concessa, que j√° participou de programas de TV como "A Turma do Didi", da TV Globo, e "Escolinha do Gugu", da Rede Record. É assim que ela costuma receber os visitantes nos domingos. No lugar, além das refeições, h√° também opções de lanches e quitandas. Legado A tradição quitandeira, ali√°s, é outro destaque do lugar, além de ser um orgulho para os paracatuenses. A cidade histórica est√° buscando o registro de proced√™ncia para 12 desses quitutes t√≠picos da culin√°ria mineira, elaborados com ingredientes simples, mas que carregam sabores e memórias de gerações, sendo parte do patrimônio cultural imaterial do munic√≠pio. O registro de proced√™ncia é um tipo de indicação geogr√°fica conferido pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi), que identifica a origem de um produto ou serviço com caracter√≠sticas vinculadas ao seu local de produção, podendo trazer benef√≠cios econômicos, sociais e culturais para os produtores e para o território. As 12 quitandas que Paracatu quer proteger e valorizar são: queijadinha, desmamada, bolo de domingo, mané pelado, empadinha de pele fina, pão de queijo, biscoito de polvilho, biscoito de queijo, biscoito de nata, biscoito de goma, rosquinha de pinga e broa de fub√°. Esses quitutes são feitos pelas mestras quitandeiras, mulheres que transmitem seus saberes e fazeres através das gerações. Caso da dona Angela Resende, que transformou o quintal de sua casa, também localizada fora do centro histórico, em um lugar aconchegante e charmoso, onde recebe os visitantes sempre com a mesa cheia. Ecoturismo Outro atrativo de Paracatu é o Circuito das Cachoeiras do Prata. O complexo re√ļne cerca de 42 quedas d'√°gua e est√° localizado a 40 km da cidade, que possui ag√™ncias especializadas no ecoturismo. A ag√™ncia O Mochileiro Ecoturismo e Aventura, por exemplo, auxilia o visitante em passeios pelas cachoeiras, trilhas, rapel, cascading, acampamentos e observação da fauna e flora do Cerrado. Como chegar De ônibus/Via BH: pegue um ônibus da Viação Sertaneja. São cerca de 8 horas de viagem. De avião: pegue um voo da Azul, Gil ou Latam até Bras√≠lia e depois um ônibus até Paracatu pelas viações Araguarina ou Empresa São Cristóvão. De carro: siga a BR-040 no sentido Bras√≠lia. Fonte: O Tempo *Permitido compartilhamento e ou cópia desde preservada a fonte (LEI N¬ļ 9.610/98) _____________________________________________________________________ #Sandman #Euphoria #Dahmer #TheBoys #news #blog #comunica #not #reporter #a #midiadigital #noroestemineiro #facebook #youtube #tradutor #google #hotmail #mercadolivre #whatsapp #gmail #globo #uol #google #tradutor #previsãodotempo #olx #traduzir #netflix #yahoo #messenger #jogos #instagram #whatsappweb #outlook #clima #minecraft #bol #covid19 #coronavirus #pandemia #paracatu #paracatumg
Comunicar erro
Baile dos Advogados

Coment√°rios

Dra Thuany de Aquino
CIAU Unimed