18 jan 13h19

"Prefeito alertou sobre demissão de indicados por Vereadores traidores"

WebReporter
Durante entrevista coletiva em que o ex-Secretário da Câmara Erasmo Neiva esclareceu vários pontos que estavam confusos sobre a sua exoneração e participação em outras ações do governo, o ex-braço direito do Prefeito Condé confirmou que logo após a eleição da nova mesa diretora da Câmara, o Prefeito Condé reuniu os secretários e avisou sobre a demissão dos onze servidores, indicados aos vereadores “traidores”.
Erasmo afirma que se posicionou contra, porque entendeu que isso feria o princípio da independência dos poderes. “-Olavo Condé não se precaveu dos aspectos jurídicos para a demissão e se baseou apenas no fato do vereador ter votado contra uma chapa contrária ao seu desejo,” disse.
Deveria ter saído em janeiro do ano passado
Erasmo afirmou ainda que estava planejando deixar o governo há 1 ano atrás. “-Tudo começou em janeiro do ano passado com uma denúncia envolvendo servidores da minha pasta. Não estou dizendo que a conduta do prefeito mudou comigo, pois sempre tive até então a imagem do prefeito como uma pessoa muito correta e até fui um dos grandes responsáveis pela eleição do prefeito, mas politicamente, o prefeito passou a ser orientado por esse grupo que eu discordo,” revelou.
Sobre o convite para ser Secretário Geral na Câmara de Vereadores
O Ex Secretário também confirmou que foi convidado pelo Presidente eleito da Câmara de Paracatu, Wilson Martins (PSB) para ocupar o cargo de Secretário Geral da Câmara. Em resposta a um jornalista disse que o fato de estar processando 4 Vereadores não o impede de aceitar o convite e disse que decidirá se aceita ou não até o próximo dia 20 de janeiro.
 
Por: Náthaly Silva

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti