24 ago 09h43

"Igreja em saída, a missão fundamental

Tácito Coutinho
O Papa Francisco insiste na imagem de uma “Igreja em saída”, insiste numa ação comprometida com a evangelização dos povos, insiste em afirmar que a missão fundamental da Igreja é o Evangelho...

Fico matutando que a descristianização, cada dia mais ampla e mais profunda, da sociedade moderna, situa o problema da evangelização no primeiro plano da atualidade. Desta constatação surge a questão: como atingir os neopagãos que estão à nossa volta e constituem parcela significativa de nossa sociedade? Como levar a mensagem de Cristo a multidão de incrédulos, de indiferentes, de cristãos "semibatizados"?

A Igreja é por essência uma comunidade missionária. Continua e prolonga a comunidade apostólica, instituída por Cristo para anunciar a Mensagem. Nascida da Palavra de Deus acha-se a serviço desta Palavra. Em sua qualidade de novo Israel, retoma e renova a missão do povo eleito em vista da salvação do mundo. O conceito bíblico de eleição não é sinônimo de privilégio; é inseparável da idéia de missão e de ministério: significa que a eleição divina, criando embora uma proximidade particular em relação a Deus, implica na idéia de vocação ou de chamamento e, por conseguinte, de responsabilidade perante Deus.

Pelo batismo e pela fé, o cristão se torna membro da comunidade apostólica, entra nos desígnios que Deus tem sobre o mundo, é chamado a abrir-se à vontade salvífica de Deus sobre a humanidade pecadora. Por isso nossa oração deve ser:
“Venha o Vosso reino, cumpra-se a Vossa vontade”. Em suma, pertencer à Igreja de Cristo é simultaneamente uma graça e uma responsabilidade, havendo, para cada cristão, o dever de colaborar na sua missão. O Beato João Paulo II convidava-nos simplesmente a traduzir em atos a nossa vocação fundamental, "a nos tornarmos o que somos", isto é, a desenvolvermos as consequências do nosso batismo.

É necessário reexaminar nossa concepção da missão, em todos os graus. Mais do que nunca, é hora de um cristianismo irradiante, apostólico, missionário. É hora de organizar todas as forças cristãs em vista de uma missão evangelizadora direta, abrangente, incisiva, generosa, audaz à altura das necessidades. Falamos de “parresia”, o anúncio corajoso da Palavra de Deus que é acompanhado pelo testemunho de uma vida dedicada e se preciso acompanhada do martírio, por sinais e milagres... - Atos 4,29


© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti