17 ago 09h30

Depois de muita pressão, ANTT determina redução do valor do pedágio na BR-040

WebReporter
Depois de ser intimada a dar explicações na Câmara dos Deputados, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) reduziu as tarifas de pedágio da rodovia BR-040 a partir desta sexta-feira (17). Os valores para carros, caminhonetes, e furgões, ficarão R$ 0,20 centavos mais baratos, passando de R$ 5,30 para R$ 5,10. O motivo da redução, segundo a ANTT, é a falta de execução de obras de duplicação, previstas em contrato.

Os novos preços serão cobrados em 10 praças de pedágios em Minas: em Paracatu, Lagoa Grande, Canoeiros, João Pinheiro, na Região Noroeste; Felixlândia,
  Curvelo, Sete Lagoas, Itabirito e Conselheiro Lafaiete, na Região Central, e Juiz de Fora, na Zona da Mata.

A redução no preço vem depois de uma novela que começou com uma intervenção feita na Câmara dos Deputados, contrária ao aumento do preço e cobrando as melhorias previstas em contrato.

Na ocasião, o Deputado Federal Eros Biondini, ainda em 2017, propôs que a empresa apresentasse as planilhas de custos reais e que cancelasse a cobrança dos pedágios até que as obras propostas fossem concluidas.

No requerimento, o deputado faz questionamentos ao Ministro dos Transportes, Mauricio Quintella, das razões para o aumento das tarifas básicas dos pedágios da rodovia e o andamento das obras e melhorias. Eros afirma que além da experiência que possui como usuário da rodovia, ele tem recebido diversas reclamações de pessoas que afirmam que a administradora dos pedágios, a Concessionária Via 040, não realizou investimentos na rodovia BR-040 que justifiquem o aumento.



“Como conhecedor da região, da rodovia e das suas mazelas, e em conjunto com a população, não podemos concordar com o aumento do pedágio sem razões plausíveis e muito menos com a falta de infraestrutura oferecida pela empresa, que contrasta com o sofrimento dos usuários da via, dos caminhoneiros e motoristas profissionais que além de correr os riscos na rodovia eles ainda têm sido afetados com o aumento de impostos e dos pedágios e baixa dos fretes”. Afirmou o deputado, ao explicar a razão do requerimento.

Em seguida, a Concessionária Invepar decidiu aderir ao programa de relicitação e devolver concessão da BR-040. O Consórcio que tem como sócia s Construtura OAS, uma das investigadas na Operação Lava Jato foi o primeiro do setor de rodovias a manifestar desejo de sair de concessão feita durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff. Trecho da BR-040 entre DF e RJ foi leiloado em 2013.


Entenda o caso: 
4 ago 2017 09h11
Deputado Eros Biondini pede explicações sobre o aumento de pedágios da BR 040

Deputado Federal Eros Biondini fala até em suspensão da cobrança até que a concessionária reinicie as obras para duplicação e melhorias na via.

 
 
 

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti