17 ago 08h26

Um novo olhar para o potencial turístico de Paracatu

WebReporter
Lideranças, empresários que atuam em segmentos como bares, hotéis e restaurantes, e representantes de entidades do trade turístico estiveram reunidos, nesta semana, na palestra “Turismo e Oportunidades de Negócio para o Desenvolvimento de Paracatu”, com a especialista em Turismo e Marketing, Luciana Thomé.
Promovida pelo Sebrae Minas, a palestra teve o objetivo de apresentar o diagnóstico realizado por Luciana Thomé, no fim do ano passado, em visitas à cidade para o estudo do território, entrevistas com lideranças que trabalham neste setor, e a experimentação de serviços para entender a realidade do município quando o assunto é a recepção ao turista, seja ele de negócios ou lazer.
Segundo a especialista, a proposta é despertar este público para a vocação que o município possui, mas que não é bem explorada. “Percebemos que se iniciou uma ocupação do espaço histórico com negócios e gastronomia. Ao mesmo tempo em que há o turismo de negócios, com a presença de uma relevante mineradora e grandes empresas que atuam no agronegócio. É preciso aproveitar isso no presente e, sobretudo, para o futuro”, destaca Luciana Thomé que também teve agendas de trabalho específicas com guias turísticos e com a comissão organizadora do Festival do Patrimônio Cultural de Paracatu, com foco neste direcionamento estratégico.
O gerente do Sebrae Minas na Regional Noroeste, Marcos Alves, afirma que por meio deste diagnóstico será possível traçar estratégias de desenvolvimento a partir da vocação real do município. “Paracatu recebe, diariamente, um grande contingente de turistas de negócios. Podemos pensar, por exemplo, em como trabalhar este público para que ele se torne um turista de lazer, pensando na forma e na qualidade que ele irá usufruir deste serviço”, destaca.
Um dos participantes da palestra e gerente de um hotel na cidade, Francisco Canuto, afirma que conseguiu visualizar melhorias no negócio mediante o diagnóstico apresentado por Luciana Thomé. “Percebi que preciso traçar ações para dar mais visibilidade ao meu negócio, que fica na zona rural da cidade. Também devo melhorar serviços como rede de telefonia e internet, que são imprescindíveis ao hóspede. Pontos conhecidos, mas que deixamos passar e podem ser cruciais na tomada de decisão ou indicação do cliente”, destaca Canuto.


Fonte: Flávia Ferraz / Ideia Comunicação

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti