19 jun 11h38

Polêmica do “Kit de hortaliças” esquenta discussão na Câmara de Vereadores

WebReporter
Informação de que a Secretaria de Agricultura estaria negando a entrega dos “kits de hortaliças” a pequenos produtores do município gerou uma intensa polêmica na Câmara de Vereadores, mas o Secretário nega acusação e disse que houve mal entendido.


Alguns parlamentares, inclusive da base do governo acusaram o governo de estar “privando os pequenos agricultores de pegar kits de hortaliças iniciado em dezembro de 2017 com a justificativa de que a retirada deveria ser anual” o que segundo os parlamentares impede o plantio no tempo correto.
O Vereador Joeli do Ônibus (PSC) lamentou a regra imposta pela Secretaria de Agricultura, o que segundo ele prejudica o ciclo do plantio. “-Eles atrasaram pra entregar no ano passado e só começaram a fazer a distribuição em dezembro. E nesse ano agora estão colocando como regra, o atraso, mas a hora de plantar é agora, não podem esperar até dezembro de novo,” afirmou.
Paulinho Pereira (PMN), aproveitou a reclamação para criticar a atuação de outros membros do alto escalão do Governo Condé.  “-Essas indicações foram um presente de grego pro governo.  O que nós vemos é que eles não querem deixar o governo andar e o Prefeito tem que abrir o olho porque eles estão prejudicando a comunidade com isso,” criticou.
Gilsão do Paracatuzinho (PRTB), pela segunda semana consecutiva mandou o seu recado ao Executivo.
“-Abre o olho Olavo, porque a Câmara está toda insatisfeita com o governo e já passou da hora de fazer a dança das cadeiras na Prefeitura e mandar um bocado de gente ir passear. Tem gente que está lá só pelo salário,” alertou Gilsão.
Edivar Andrade (MDB), lamentou que os produtores tenham um trabalho tão grande por um benefício que segundo ele “não é tão significativo como os agricultores merecem.”    
“-É vergonhoso e humilhante ver o pequeno produtor sair lá da fazenda pra vir aqui buscar um kit de R$ 97,00 e ainda passar por isso. Tem secretário aqui que em 1 ano e 6 meses não conseguiu trocar uma lâmpada na cidade. Já passou da hora do Prefeito mudar essa equipe,”  finalizou Andrade.
A Secretaria da Agricultura afirma que há um mal entendido
Nossa reportagem entrou em contato com o Secretário da Agricultura, Sr. Alberto Costa, que discordou das acusações. Ele disse que “no ano passado a licitação foi questionada por uma empresa do Paraná que entrou na justiça e atrasou os trâmites legais e que em dezembro, nem todos pegaram os kits.”
“-Na verdade nem todo mundo pegou o kit e o que nós queremos é oportunizar que os que não receberam no ano passado recebam agora. E logo em seguida no mês de agosto vamos fazer a entrega pra todos os outros normalmente,” explicou o Secretário.
“-Esse ano, fizemos todo o procedimento mais cedo pra ajudar aqueles que não pegaram o kit no ano passado e ainda garantir a entrega pra todos dentro do prazo, mas a greve dos caminhoneiros atrasou a entrega” afirmou Alberto Costa, que ainda finalizou detalhando as regras e a legalidade o programa. “-A entrega é prevista no artigo 4º da lei 3.363 e as regras estão prevista no decreto 5207 de 18 de janeiro de 2018, mas infelizmente alguns Vereadores passam a informação do jeito que chega pra eles e causa o mal entendido,” finalizou.

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti