10 abr 08h15

Presidente do PC do B critica Governo Condé e explica motivos da oposição

WebReporter
Carlos Baromeu Dias, sindicalista Presidente do Partido Comunista do Brasil -  PC do B em Paracatu, fez uso da tribuna da Câmara nesta segunda-feira (09/04) para falar dos 96 anos do Partido Comunista do Brasil no país, destacar o crescimento do partido no município e principalmente justificar a oposição do grupo ao Governo Condé.
 “-Quem jogou o partido na oposição foi a falta de articulação do Governo,” afirmou o Presidente que ainda comentou a divisão existente dentro do partido, evidenciada depois das últimas votações na casa, em que um dos Vereadores do PC do B foi contrário à orientação do partido.
“-Foi montada uma comissão de ética para apurar essa infidelidade e tratar dessa questão e o Vereador que votar contra a orientação da líder do partido vais sofrer as sanções previstas no regimento, porque o Partido será sempre contrário aos Projetos que, no nosso entendimento lesam o Município,” afirmou o Presidente do PC do B deixando subtendido que irão requerer o mandato de um dos Vereadores em prol do suplente.
O Vereador Marcone, que votou contrário à orientação do partido, disse à imprensa que “não teme perder o mandato” pois já foi orientado por um advogado e se a denúncia for adiante, mudará de partido.
Ao posicionar o PC do B contrário ao Governo Municipal, Carlos Baromeu destacou vários pontos extraídos do Plano de Governo do Prefeito proposto na época das eleições. “-O Plano de Governo do Prefeito Condé, registrado no TSE é um verdadeiro estelionato eleitoral,” acusou.
Além de criticar a falta de “obras” no Município o líder político ainda comentou a criação da Secretaria de Segurança que segundo ele “não tem função nenhuma” na cidade. “-A única coisa que justificaria a criação de uma Secretaria de Segurança Pública seria a criação da Guarda Municipal prometida para o 1º semestre de 2017 como complemento de segurança do Estado,” disse.
A fala do Presidente do PC do B não agradou os parlamentares da base, que iniciaram um intenso debate “estendendo” a tribuna até o final da reunião.
O Líder de governo, Vereador Marcos Oliveira (PSDB), foi ao microfone e criticou duramente Baromeu, garantindo que o tempo irá mostrar que os apoiadores do Governo Condé terão orgulho de “suas posições políticas”.
“-A crítica é totalmente equivocada quando ele fala de empréstimo para comprar móveis e valorização do servidor. Eu peço ao cidadão que antes de usar a tribuna, ele faça contas e procure as informações corretas. Se o valor investido no PRESERV tivesse sido aplicado em obras, imagine quantas obras poderiam ter sido feitas na cidade! Eu acredito que lá na frente vamos olhar para o retrovisor da história e vamos nos sentir orgulhosos de ter apoiado esse governo e essas decisões,” afirmou Pastor Marcos.
Gilsão do Paracatuzinho (PRTB), sugeriu que o partido se organize” internamente e depois busque se posicionar contra ou a favor o governo. “-Eles não conseguem nem controlar o partido que é rachado dentro da Câmara, vem aqui falar asneira? Isso pra mim é palhaçada!” desabafou Gilsão.
Antes do assunto se esgotar, Nilda da Associação e Gilsomar do Projeto fizeram questão de retornar aos microfones e defender o líder partidário. “-Eu gostaria muito que as coisas que o Baromeu falou na tribuna fossem mentira, mas infelizmente tudo é verdade. E quem disse que é mentira, que venha aqui na tribuna e prove que não é verdade,” desafiou Nilda.

Foto: Mariele Almeida

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti