5 abr 09h08

Funcionário é preso suspeito de furtar 3,5 kgs de Ouro na Mineradora Kinross

WebReporter
A Polícia Militar foi acionada a comparecer na área da mineradora Kinross na tarde desta última terça-feira (03). Ao chegar, eles fizeram contato com os seguranças, a qual estava com poder sobre o funcionário P.V.S.F., de 22 anos de idade.
O funcionário estava detido pelos vigilantes da empresa, porque havia lhe recaído a suspeita de estar furtando ouro da mineradora.
Os militares fizeram contato com a equipe de segurança da mineradora, e foram informados que um vigilante foi chamado por uma testemunha, que também é vigilante, para dar ciência de que o autor estava com alguns objetos e uma pequena porção de um material concentrado de ouro, que havia sido extraviado da mineradora.
Ainda de acordo com outra testemunha, foram acionados os superiores para acompanhar e outras pessoas que acompanharam, inclusive buscas que foram realizadas no armário dele. Ali, o suspeito disse que poderiam verificar o armário e após a chegada do superior da segurança, eles foram até o armário na presença de outras cinco pessoas e realizaram buscas, onde encontraram um saco com aproximadamente 3,5kg de material concentrado de minério de ouro.
O suspeito afirmou ser inocente e disse que foi vítima de uma armação.
De acordo com um vigilante, eles estavam realizando a vigilância na hidrometalurgia, onde é uma área restrita, e neste momento, eles perceberam que o suspeito (que tinha autorização para andar naquela área) havia deixado um saco em uma pilastra, bem ao lado do local onde ele estava. Aquilo chamou atenção do vigilante. Diante da suspeita, em virtude do saco estar sujo de material de minério, reforçou a suspeita em desfavor do autor, motivo pelo qual o vigilante averiguou o que havia naquele saco e acabou constatando que era ouro.
Neste momento, o autor pegou o saco e ia saindo do local da área quando o vigilante acabou realizando a abordagem e encontrando o ouro que já estava sendo portado pelo autor.
O suspeito negou estar praticando furto.
Ainda de acordo com informações, os vigilantes ordenaram que ele abrisse o saco, mostrando o que havia em seu interior. Neste momento, ele negou ser o proprietário do ouro, mas afirmou que o saco pertencia à ele.
O suspeito acompanhou os trabalhos até o armário e afirmou mais uma vez que aquele material havia sido colocado em suas coisas sem o seu consentimento.
O autor acabou sendo detido naquele exato momento. A polícia militar chegou e efetuou a prisão pela prática do furto qualificado. Ele foi conduzido para a delegacia e apresentado ao delegado de plantão.

Fonte: Rota do Crime
* Imagem meramente ilustrativa

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti