11 set 11h21Atualizado em 11 set 13h26

Mulher tenta enganar a polícia jogando droga pelo vaso, mas se dá mal

WebReporter
Na noite deste sábado (09/09), os policiais militares receberam denúncia informando que no bairro Vila Mariana ocorria tráfico de drogas, e que naquele momento, um indivíduo que estava com uma arma de fogo tinha entrado no local.  
Diante das informações, os militares foram até o local denunciado e fizeram contato com a proprietária da residência, de 29 anos. Ela foi informada sobre a denúncia e disse que estava na residência juntamente com mais três pessoas consumindo bebidas alcoólicas, negou que ocorria tráfico de drogas e afirmou que não tinha ninguém armado no local. A polícia solicitou que a proprietária autorizasse a realização de buscas no interior da residência, porém ela não autorizou. 
Devido à recusa da proprietária, os policiais liberaram as demais pessoas que estavam no interior da residência, tendo permanecido na residência a proprietária e uma suspeita, de 30 anos. Os policiais ficaram em frente à residência da autora aguardando contato com outra viatura e perceberam que a autora entrou no banheiro, que ficava do lado de fora da residência, ligou o chuveiro e em seguida passou a dar várias descargas no vaso sanitário utilizando também um balde para jogar água no vaso. Com a chegada das demais viaturas, foi feito um novo contato com autora, e ela autorizou a entrada na residência. 
Foi realizado buscas e foi localizado, dentro do guarda-roupas, uma balança de precisão em perfeito funcionamento e a quantia de R$ 2.735,30 em dinheiro em notas diversas. Em um corredor que fica isolado da casa e que possui somente uma janela que dá acesso ao local foi encontrado uma barra de maconha pesando aproximadamente 139 gramas e uma pedra de crack, pesando aproximadamente 5 gramas. 
No banheiro em que a autora estava, após uma descarga no vaso sanitário, observou-se que a água descia com dificuldade. O vaso foi retirado do local e foi encontrado, preso em seu interior, uma pedra de crack, mas havia mais pedras presas em seu interior. Foi necessário utilizar um martelo para quebrar o vaso e foi encontrado mais pedras de crack, pesando aproximadamente 90 gramas no total. 
Foi feito contato na residência do suspeito, de 28 anos, que havia sido liberado e foi realizado a condução deste juntamente com a suspeita, de 30 anos, até a delegacia para demais esclarecimentos. 
Ninguém assumiu a propriedade das drogas e nem do dinheiro que foi encontrado.




Fonte: PMMG

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti