9 ago 11h48Atualizado em 9 ago 11h51

Câmara anuncia devolução de recursos para viabilizar cirurgias em Paracatu

Glauber César Rodrigues
O Presidente da Casa Legislativa anunciou que irá antecipar a devolução de recursos ao município com o compromisso da realização de um mutirão de cirurgias de Catarata e Pterígio em Paracatu


A catarata é uma doença que atinge quase metade (46,2%) da população mundial com mais de 65 anos. Estima-se que no mundo cerca de 160 milhões de pessoas tenham esta doença, considerada a maior causa de cegueira evitável. No Brasil são 2 milhões e surgem cerca de 120 mil novos casos ao ano.
Pterígio é uma pequena membrana avermelhada na superfície do olho que se prolifera em direção à córnea. É popularmente chamado de "carne crescida" ou equivocadamente de "catarata".
Em Paracatu centenas de pacientes estão na fila há mais de um ano aguardando a Secretaria de saúde liberar o procedimento de cirurgia, que foi marcado anteriormente, cancelado em cima da hora e não voltou mais a ser realizado por problemas burocráticos ou indisponibilidade de recursos para pagamento dos procedimentos.
Como há um contrato celebrado com o Consórcio de Municípios que está dependendo apenas do recurso para pagamento e realização das cirurgias, o presidente da Câmara, Vereador Ragos Oliveira (PT), fez um acordo com o município e irá antecipar a devolução do recurso que seria destinado a Prefeitura, para que a Secretaria de Saúde posso quitar o contrato e retornar esse tratamento em Paracatu.
Segundo Ragos, “diarimente uma série de pessoas procura os gabinetes dos vereadores para pedir auxílio para realizar cirurgia de catarata e reclamando que a prefeitura não realiza este procedimento há mais de um ano.
“-Tomei a iniciativa de procurar o secretário de Saúde, Sr. João Batista, para conversar sobre o problema, ele assumiu que estas cirurgias não são realizadas no hospital há mais de um ano por falta de recurso. Assim, eu sugeri, que a câmara fizesse novamente um esforço, cortando na carne e fazendo economia e todos os 17 vereadores concordaram em devolver o valor fruto desta economia, para conseguir eliminar de uma vez por todas essa fila de catarata e pterígio aqui em Paracatu.” Explicou o parlamentar.
Ainda não há data para finalizar os trâmites e marcação dos procedimentos, mas o Presidente disse que será feita ampla divulgação para que a Comunidade tome conhecimento e os que aguardam na fila possa procurar a Secretaria de Saúde.

Colab. Cláudia Netto

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti