8 ago 08h52Atualizado em 8 ago 08h57

PM registra redução da criminalidade durante a Expo Paracatu em relação a 2016

WebReporter
Do dia 02 ao dia 06 de agosto do ano de 2017, foi realizada a 31ª Expo Paracatu, evento que causou grande movimentação no município de Paracatu/MG. Em decorrência das diversas atividades que estavam previstas para serem promovidas pelos organizadores, além de causar uma grande movimentação dos cidadãos paracatuenses, a cidade recebeu um considerável número de visitantes que vieram prestigiar o evento. 
Como forma de garantir a segurança de todos que estavam no município, a Polícia Militar adotou uma série de ações visando proporcionar a segurança de toda a comunidade. Há alguns meses o comando do 45º Batalhão de Polícia Militar participou de reuniões com os responsáveis pela organização da exposição, apontando e sugerindo questões que deveriam ser adotadas para que o evento transcorresse sem alterações. A própria Polícia Militar planejou a sua participação na segurança do evento de forma a abranger todos os setores do município, não desguarnecendo nenhuma região. 

Do dia 02 de agosto até as 06h00min do dia 07 de agosto de 2017, além do policiamento comumente empregado em Paracatu/MG, foram implementadas diversas outras ações policiais. A Plataforma de Observação Elevada (POE) esteve posicionada estrategicamente no parque de exposições, de forma que seu moderno sistema de câmeras de vigilância conseguisse registrar e acompanhar a movimentação do público em tempo real, nos diversos locais do ambiente. Ainda, o 45º Batalhão de Polícia Militar recebeu o apoio de dez cadetes da Academia de Polícia Militar, sediada em Belo Horizonte/MG, além de outros policiais militares oriundos da 16ª Região da Polícia Militar, sediada em Unaí/MG, que trabalharam diretamente na segurança da Expo Paracatu 2017.

Além de planejar um policiamento direcionado para o parque de exposições e suas adjacências, a Seção de Operações do 45º Batalhão de Polícia Militar planejou várias operações as quais alcançaram resultados positivos, prevenindo crimes, apreendendo armas de fogo e drogas, bem como prendendo autores contumazes. Além do policiamento diariamente empregado pela Polícia Militar, outros pontos receberam reforço de forma que os infratores continuassem sendo monitorados e não migrassem para outros locais, situados mais distantes da movimentação da festa. Foram intensificadas ainda as abordagens em locais de maior incidência criminal, inclusive na área rural, visando também proporcionar segurança para o homem do campo.

Em todo o município de Paracatu/MG, diferentemente do ano de 2016, durante a exposição deste ano não foi registrado nenhum homicídio tentado e/ou consumado. Ainda, os roubos foram reduzidos em 57,14% em comparação ao mesmo período. Neste somatório, a redução da incidência criminal em Paracatu/MG atingiu uma queda de 62,50% quando comparado a 2016.

Referente a somatória dos registros realizados no parque de exposições e em suas adjacências, neste ano a Expo Paracatu contou com uma redução de 27,27% na quantidade de ocorrências diversas registradas durante o período do evento. Em 2017 a Polícia Militar registrou 01 (um) crime de ameaça, 01 (uma) aplicação de medida administrativa de trânsito, 01 (um) extravio de objetos pessoais, 02 (dois) extravios de documentos, 01 (uma) lesão corporal, 02 (dois) uso e consumo de drogas, 02 (duas) vias de fato e 14 (quatorze) furtos, totalizando 24 (vinte e quatro) registros policiais de menor proporção durante os cinco dias da festa, sendo que no ano de 2016 foram confeccionados 33 (trinta e três) registros policiais.  

A Polícia Militar destaca que a maior parcela dos registros de furtos foi de aparelhos celulares. Em sua maioria, estes crimes ocorreram no interior da arena durante os shows e na fila enquanto o público aguardava para ingressar na boate. Em conversa com as vítimas, estas informaram aos policiais militares a forma como estavam portando os aparelhos celulares durante o evento. Segundo elas, perceberam que teriam sido esbarradas por alguém, momento em que o infrator possivelmente utilizou para distrair a vítima e subtrair o bem, sendo que somente depois é que teriam percebido que não mais estavam portando o aparelho celular. 

Enquanto vários policiais militares trabalhavam diretamente envolvidos com a exposição na parte interna e externa do ambiente, outras guarnições policiais desempenhavam as atividades rotineiras no perímetro urbano e rural de Paracatu/MG. A Patrulha Rural recebeu reforço dos cadetes e intensificou sua atuação, prevenindo o crime e levando informações de segurança para a população rural. Já na cidade, a “Operação Tormenta” foi intensificada e apoiou as demais guarnições policiais comumente empregadas, resultando na prisão de infratores e na apreensão de drogas e diversas armas de fogo. 
Portanto, a Polícia Militar agradece a todo cidadão que compareceu ao parque de exposições e aproveitou a festa de forma segura, colaborando com sua própria segurança e a de terceiros. Um evento de tamanha proporção e com um público considerável merecia uma atenção especial por parte da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, o que restou nitidamente comprovado através da presença policial que proporcionoua redução da incidência criminal tanto do local do evento, quanto dos demais pontos do município. 


“Polícia Militar: 242 anos com você, por uma Minas Gerais cada vez mais segura. ”
fullscreen

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti