17 jul 08h27Atualizado em 17 jul 14h21

Câmara aprova reajuste para Servidores Comissionados e Sindicato protesta

Glauber César Rodrigues
Foram votados e aprovados nesta quinta-feira na Câmara de Vereadores, vários projetos de lei com aumento de repasse a instituições, associações e também reajustes para servidores públicos municipais comissionados no município de Paracatu.
O primeiro foi o projeto de lei 01/2017 que alterou os valores para Diretores de Escolas Públicas Municipais, Vice Diretores e Coordenadores de creche que atualmente segundo informações de Vereadores, “tinham salários menores do que dos professores.”
O Presidente da Casa Legislativa, Vereador Ragos Oliveira (PT), defendeu a matéria e iniciou as discussões defendendo a aprovação do Projeto de Lei 01/2017.  Segundo Ragos, “o Projeto de Lei 01/2017 é aguardado por mais de 12 anos pelas diretoras, vice diretoras e coordenadores de creche de Paracatu.”
“-Esse projeto vem pra se fazer justiça porque esses servidores estão com o salário defasado desde o ano 2000. Todos os outros também merecem o reajuste, mas o que os diretores, vice diretores e coordenadores recebem nesta tarde é a recomposição de 17 anos de perda, por isso eu peço a todos que votem sim,” pediu.
Observando o clima favorável no plenário, em que cada palavra era amplamente aplaudida pelos presentes como se estivessem em um palanque, vários parlamentares se manifestaram e fizeram questão de declarar abertamente o seu voto, “sim.”
O Vereador Pedro Adjuto (PHS), ponderou:“-Votar é fácil, difícil é construir um acordo coletivo pra isso acontecer. Eu tenho muita tranquilidade de votar sim e digo que temos que lutar muito pois eles merecem muito mais,” afirmou.
Com a presença de agentes públicos e membros do primeiro escalão do governo municipal, também foi aprovado nesta quinta-feira (12/07) o Projeto de Lei 37/2017 de iniciativa do governo, que aumentou em 25℅ o salário dos Secretários de Governo em Paracatu. Atualmente o salário é de R$ 8.300,00 e passa para R$ 10.700,00.
SINDSPAR protesta
O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (SINDSPAR) vem realizando desde a última semana, uma série de protestos nas redes sociais contra o aumento isolado, convocando servidores para uma mobilização durante a votação na Câmara que não surtiu efeito.
“-Os secretários já tiveram 7 ℅ de aumento esse ano e em menos de 6 meses, querem mais aumento, vamos mobilizar e pedir que a Câmara rejeite essa farra com o dinheiro público,” dizia a nota na página da entidade.
5 parlamentes foram contrários, Silvio Magalhães (PTB), Wilson Martins (PSB), Gilsomar do Projeto (PC do B), Nilda da Associação (PC do B) e Ernesto da Silva (SD) votaram contra o aumento individualizado para os secretários.
Os demais, Marli Ribeiro (PSDB), Pedro Adjuto (PHS), Paulinho Pereira (PMN), Marcone do Paracatuzinho (PC do B), Irmo Paraíba (PSDB), Marcos Oliveira (PSDB), Gilsão do Paracatuzinho (PRTB), George Linderski (DEM), Joeli do ônibus (PSC) e Edivar Andrade (PMDB) e Batista (PHS) votaram favoráveis ao aumento. 
Diante da polêmica, fizemos contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, que "não irá se manifestar sobre o caso."

 

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti