11 mai 23h09

Em Pauta na Câmara: a falta d'água, a violência e outros assuntos relevantes

WebReporter
Sub Secretária de Políticas Anti Drogas visita Paracatu – A Vereadora Marli Ribeiro (PSDB), comentou a passagem da jovem representante do Governo de Minas, Patrícia Magalhães à cidade.  “Nós nos sentimos agraciados por esta visita pois além de ser uma pessoa conhecedora da causa, ela está muito disposta a unir forças para trabalharmos juntos. Ela deixou bem claro que só com a parceria e muita luta nós vamos conseguir levar esse trabalho à frente.”  Marli ainda comentou que as estatísticas comprovam que a violência só será reduzida se houver um vigoroso combate às drogas. “-O que mais preocupamos hoje é o crescimento da violência e 90% de toda criminalidade está ligado ao uso e consumo de drogas. A visita da Patrícia foi um marco na história da nossa cidade,” finalizou.
Comissão de Resultados - O Vereador Pedro Adjuto (PHS), comentou o primeiro dia de atividades da Comissão da Saúde e afirmou que seu desejo é realizar um trabalho de resultados. “-Nós não viemos aqui pra cumprir tabela não, viemos aqui pra mostrar serviço,” disse.
O Problema da violência hoje é a falta de investimento ontem – Ao comentar o trabalho da AABB Comunidade em Paracatu, o Vereador Pastor Marcos Oliveira (PSDB), disse que os governos anteriores não deram a devida atenção à área social em Paracatu. “-O problema da violência é fruto das drogas e o problema das drogas é falta de investimento no social, ou seja, o problema da criminalidade em Paracatu hoje é fruto da falta de investimento no social no passado,” afirmou Marcos Oliveira
Assunto de extrema relevância – Um parlamentar usou o tempo destinado aos assuntos relevantes na Câmara para “parabenizar a equipe do galo, do Clube Atlético Mineiro,” pelo título no campeonato mineiro de 2017. Parte da população (atleticanos) aplaudiu e deu razão à importante colocação, outros (os cruzeirenses) consideraram o assunto desnecessário para o momento.
Inversão de valores - Um colega de imprensa observou que a julgar pelos comentários dos parlamentares Paracatu é uma “cidade sem problemas sociais, de segurança, de saúde e de educação.” “Eles só usam o tempo pra se elogiarem, mas fiscalizar que é bom, é nada,” afirmou a Jornalista.
“Ahhh se fosse só essa...” – O Vereador Gilsomar do Projeto (PC do B) apresentou requerimento ao poder público pedindo a reforma da Praça Governador Magalhães Pinto, no centro da cidade. O parlamentar argumentou que “a praça localizada em frente a Escola Estadual Antonio Carlos está completamente destruída e que não dá nenhuma condição para que a comunidade frequente.”
Comissão de Saúde não é Governista – Um vereador governista comemorou na última semana o comando de todas as novas comissões da Câmara, porém pelo menos uma delas não está totalmente dominada. Questionado sobre a “independência” da Comissão de Saúde da Câmara frente às recentes reclamações da população o Presidente da Comissão, Vereador Pedro Adjuto (PHS), disse negou o rótulo de “posição” e afirmou que “não faz parte da base do governo municipal.”  “-Sou um parlamentar independente tanto que não quis aceitar nem um cargo no governo. Neste primeiro momento está dando “total credibilidade” ao prefeito e colaborando com o que eu puder, mas se houver necessidade eu não irei me omitir de forma alguma,” garantiu Pedro.
O problema da falta de água é a Mineradora – Ao comentar a tribuna do Vereador Edivar Andrade (PMDB), que relatou a situação preocupante dos rios que abastecem a cidade, o Vereador João Batista (PHS), colocou parte do problema na conta de uma mineradora da cidade. “-Dentro de Paracatu, a Kinross faz o que quer e o que não quer.  A Kinross acabou com as quatro nascentes de Paracatu e já está de olho no Rio São Pedro. Nós precisamos fazer alguma coisa porque a preocupação hoje são os pivot, mas na verdade a Kinross é que é a maior responsável pela escassez de água na cidade,” acusou Batista.

 

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti