21 dez 2009 15h19

Comunidade do Rosário também sofre com temporal

WebReporter
Árvores e placas de publicidade, casas destelhadas, falta de energia elétrica e muito transtorno. Este foi o saldo do temporal que atingiu Paracatu na noite de sexta-feira. O vento forte, que durou cerca de vinte e cinco minutos, afetou vários pontos da cidade, causando medo e prejuízos. A chuva persistiu Poe muito mais tempo e chegou a chover granizo em alguns pontos da cidade.

O temporal também provocou problemas no fornecimento de energia elétrica em vários pontos da cidade e também com sinal de vários terminais telefônicos que foram sendo substituídos, consertados e o serviço restabelecido ao longo do sábado.
O temporal também prejudicou as atividades da Comunidade Nossa Senhora do Rosário, pois, desde o início das obras de reforma da Igreja, foi montada uma estrutura provisória (onde funcionava um depósito de materiais de construções) onde os membros da comunidade se reúnem para celebrações, Curso da Palavra, Grupos de Oração e outras atividades da comunidade; e estas tendas foram destruídas durante o temporal.

Segundo representante do Conselho da Comunidade, já existe uma solução mais adequada para a comunidade, que é a construção de uma réplica de uma edificação história que anteriormente existia no locai, porém, desde o mês de julho que o projeto foi protocolado na Prefeitura Municipal e constantes pedidos de alteração e orientações desencontradas tem prejudicado o início das obras.

“A Comunidade já se mobilizou e estamos fazendo uma campanha, onde todos estão participando para construirmos o Centro Pastoral de forma rápida, pois sabemos que estas instalações não são nem seguras, porém estamos travando apenas na questão burocrática.”

O Conselho da Comunidade se reuniu com o representante do IPHAM, que elogiou a iniciativa e se colocou à disposição para auxiliar durante a construção da edificação que ira valorizar e harmonizar na composição do largo do Rosário.

Para os fiéis participantes das atividades da Comunidade o prejuízo não é só financeiro. Sra Adelina diz que cresceu frequentando a Comunidade e não se pode permitir que a reforma de um templo afete a irmandade, o carinho e o amor que existe entre os irmãos que se encontram na Comunidades. "-Temos outras igrejas pra ir a Missa, mas aqui é nossa Comunidade, temos que enfrentar essas provações, o significa de nos reunirmos em oração é maior" nos disse dona Adelina.
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti