4 dez 2009 12h35

Mineradora de Paracatu participa de Consórcio para qualificar 40 mil

WebReporter
Grandes empresas da mineração e da siderurgia se uniram para oferecer programas de formação e qualificação profissional a cerca de 40 mil trabalhadores em Minas Gerais nos próximos cinco anos. Reunidas em consórcio, 14 mineradoras e siderúrgicas e uma operadora de transporte ferroviário formalizaram na segunda-feira o primeiro termo de cooperação mútua, válido até 2014, com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) no estado. O treinamento deve começar em janeiro, com prioridade aos candidatos das comunidades onde as indústrias atuam e vão desenvolver projetos de expansão. Só na região de Congonhas, a 89 quilômetros de Belo Horizonte, são aguardados investimentos de R$ 20 bilhões na mineração de ferro e na construção e ampliação de usinas produtoras de aço.

O teste inicial do grupo foi o lançamento, em novembro, de um programa de pós-graduação de 39 engenheiros de minas e metalurgia, ministrado em Belo Horizonte pela Fundação Getulio Vargas. As chances de contratação dos alunos que passarem pelos programas de qualificação e tiverem bom desempenho são grandes diante da escassez de mão de obra qualificada enfrentada pelas empresas, segundo Benedito Waldson Pinto, gerente-geral de Recursos Humanos e Administração da Samarco Mineração, pertencente à Vale, que representou o consórcio na solenidade de assinatura do acordo no auditório da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg).“O compromisso das empresas é o de investir agora em formação e qualificação profissional para que elas não tenham dificuldade de contratar pessoal para as suas expansões”, afirma.

Os programas envolvem o treinamento de uma ampla gama de trabalhadores de níveis técnico e superior para áreas operacionais, de mecânicos e soldadores a eletricistas, geólogos e engenheiros. Os cursos serão dirigidos às necessidades dessas áreas, observa José Fernando Coura, presidente do Sindicato da indústria extrativa do estado (Sindiextra). “A retomada da produção é clara diante dos sinais que o mercado internacional tem dado”, afirma.

De acordo com Alexandre Leão, diretor-regional do Senai-MG, os alunos das primeiras turmas serão selecionados em dezembro. Participam do consórcio as empresas Anglo Ferrous, AngloGold Ashanti, ArcelorMittal, Companhia Siderúrgica Nacional, Ferrous Resources do Brasil, Gerdau, Rio Paracatu Mineração, Mineração Serras do Oeste, MRS Logística, Namisa, Samarco, Usiminas, Vale, Vallourec Mannesmann do Brasil e Vallourec & Sumitomo do Brasil.

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti