16 out 2009 11h36

Almir Paraca promove 2. Encontro de Parceiros do Vale do Urucuia

WebReporter
Evento inspirado em Guimarães Rosa dá mais um salto rumo ao desenvolvimento sustentável do Vale do Urucuia

Uma escola diferenciada associada a obra de Guimarães Rosa, que também promova o protagonismo e o empreendedorismo juvenil, está entre as propostas discutidas no 2º Encontro de Parceiros do Vale do Urucuia. A iniciativa terá o apoio de organizações governamentais e não-governamentais, dentre elas o Instituto Federal do Norte de Minas/Campus Arinos. As ações a serem implementadas e ampliadas na região foram discutidas no evento “Sagarana:feito rosa para o sertão”, ocorrido entre os dias 09 e 12 de outubro, em Sagarana, distrito de Arinos.

A Conferência Intermunicipal de Cultura, reunindo 11 municípios, abriu o evento. A reunião ente os agentes de desenvolvimento e lideranças comunitárias solidificaram o compromisso com o desenvolvimento sustentável do Vale do Urucuia (no foco da discussão estavam a organização e o fomento das cadeias produtivas).

A interiorização de tecnologias adaptadas às necessidades do sertão, o projeto de apoio à Infovia Municipal e Inclusão Digital de Arinos, o novo modelo socioassistencial da Escola Caio Martins, a proposta de cidade educativa e sustentável apresentada pelo educador popular Tião Rocha, a implantação 13 mil Barraginhas e do Centro de Difusão de Tecnologias Sociais também estavam dentre os temas tratados.

A articulação dessas ações e parcerias foi uma iniciativa do deputado Almir Paraca (PT-MG) que une esforços de parceiros importantes, dentre eles vários ministérios, Embrapa, Emater, Iter, Sebrae, Fundação Banco do Brasil e outros, para promover o desenvolvimento sustentável do Noroeste. Paraca trabalhou firmemente na realização da primeira edição do evento, em 2008, e empenhou-se na realização da segunda edição. Agora, “Sagarana: feito rosa para o sertão” já faz parte do calendário anual de eventos do Vale do Urucuia.

Mestre Manelim, Paulo Freire e “Aedos e Violeiros” abrilhantam evento

Em sua segunda edição “Sagarana: feito rosa para o sertão” contou com a apresentação, no sábado, 10/10, do violeiro Paulo Freire e de seu mestre de viola do sertão de Minas Gerais, Manoel de Oliveira (Manelim). Os participantes do evento puderam ouvir músicas e causos compartilhados em trinta anos de amizade e aprendizado. Num clima de prosa na roça, tocaram lundus, toques de viola e falaram sobre os segredos da viola, como o canto da inhuma e o pacto com o tinhoso.

Como um vasto repertório, tocaram músicas do Mestre Manelim, detre elas estavam Inhuma Broca, A corrida do Sapo e o Veado e Enfuzado sem Rumo.

Manelim e Paulo Freire foram homenageados com o cordel “Manelim e Paulo Freire: o mestre edifica um mestre do aprendiz que o projeta (30 anos da travessia aprumandos num cordel)”, escrito por Nísio Miranda, também conhecido como “Barão”.

Já no domingo, 11/10, quem ofuscou o palco de Sagarana foi orquestra de violas “Aedos e Violeiros” de Paracatu. Eles emocionaram a todos com canções como Paulistinha, Cabloca Tereza, O Rio Piracicaba. A pedido do deputado Almir Paraca eles cantaram a música Fio de Cabelo que caiu no gosto dos presentes.

Na segunda-feira, 12/10, foi a vez dos Risoterapeutas de Paracatu animarem o Dia das Crianças com muitas brincadeiras educativas.

Com o intuito de valorizar a cultura regional apresentaram-se grupos de folias de rei, catira, duplas sertanejas, fiandeiras e outras atrações de várias cidades vizinhas. O público ficou encantado com tanta diversidade e riqueza cultural propiciada pelas raízes do Vale do Urucuia.
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti