18 fev 2013 15h19

Donos de Boate são presos por exploração sexual de adolescentes em Paracatu

WebReporter
Uma fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF), terminou na prisão de dois sócios de uma boate, em Paracatu

Segundo informações preliminares, um dos empresários foi parado em uma blitz de rotina, e estava com uma adolescente no carro. Ao revelar que era proprietário da boate Pegasus Bar II, os policiais desconfiaram da presença da jovem, já que o estabelecimento é conhecido como ponto de exploração sexual.

J.S.S, 34 anos, disse que estava apenas dando uma carona para a garota, porém, ao chegarem à boate, descobriram que ela havia sido levada da cidade de Goiânia para o local, onde seria explorada sexualmente.

O sócio do detido, G.S.A, de 24 anos, também foi preso. Ambos foram encaminhados para a delegacia de Paracatu.

Em conversa com nossa reportagem, a jovem P. de 16 anos disse que estava apenas pegando uma carona, no entanto, as contradições não deixam dúvidas de que ela estava sendo explorada sexualmente pelos proprietários da Boate.

A menor disse que é da cidade de Paraúna (Próximo a Goiânia), onde mora com sua avó, que sua mãe mora na Inglaterra e seu pai bebe muito. Ela disse ainda que estava passando o Carnaval na casa de uma “garota de programa” conhecida na cidade.

Foto: PRF Paracatu

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti