19 ago 2009 16h11

"Não há casos da Nova Gripe em Paracatu", diz secretário

O Secretário Municipal de Saúde, Eurípedes Tobias, afirmou nesta Quarta Feira 19 nos estúdios da Boa Vista FM onde concedeu entrevista, que são falsos os boatos de que há casos confirmados da Nova Gripe em Paracatu.

Ouvia-se na cidade, durante toda a manhã de hoje, que haviam sido confirmados 3 casos do vírus H1N1 em nossa cidade, o que provocou um certo nervosismo na população. Mas segundo o secretário, o que existe são 2 casos em investigação que já estão sendo monitorados, e que receberão alta nesta tarde. Tobias afirma ainda que a cidade, através do seu serviço público de saúde, encontra-se preparada para diagnosticar possíveis casos da Nova Gripe, e se confirmados, encaminhá-los para as cidades referência, Patos de Minas e Uberlândia. No entanto, o titular da pasta reafirma que até o momento, nenhum caso foi confirmado no município.

Quanto á suspenção de eventos que promovam grande aglomeração de pessoas, Tobias afirmou que à priori existe apenas uma orientação por parte não somente da Prefeitura de Paracatu, mas também de todos os outros municípios do Noroeste mineiro, no sentido de que estes eventos sejam adiados: "o prazo estipulado para o controle do vírus é de 22 semanas, e como estamos apenas na 11º semana, ou seja, no pico do momento de sobrevivência do vírus, suspendemos todos os eventos realizados pelo poder público neste período, e orientamos que os eventos particulares sejam adiados, na medida do possível", disse o secretário. Caso não exista a possibilidade de adiar os eventos particulares, Tobias informou que os pré-requesitos para a emissão do alvará serão rígidos, conforme solicita o Comitê Estadual de Combate á Influenza A: orientar a não participação de pessoas com sintomas gripais no evento, todos os banheiros devem possuir pias e sabonetes líquidos em boa quantidade, evitar a permissão do uso coletivo de toalhas, reforçar a limpeza das superfícies de uso comum como marçanetas e corrimãos, entre outros.

Segundo determinação do poder público municipal, após passado o período crítico de 22 semanas, por volta do fim de Setembro, a situação será reavaliada. No entanto, o secretário reafirmou que não existe a necessidade para pânico, pois a situação encontra-se sob total controle em nosso município.
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti