26 mai 2009 14h11

Paracatu já está de olho no novo ENEM

WebReporter
O MEC está tentando, e parece que conseguindo, fazer a unificação dos vestibulares das 55 instituições de ensino superior federais de todo o Brasil. Segundo o próprio MEC, a uma divergência muito grande na formulação dos vários vestibulares pelo país, além de que o custo para o aluno acaba ficando exorbitante, não condizendo com a realidade do estudante brasileiro.

A idéia do MEC é substituir esses vestibulares pelo ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), já usado no sistema do ProUni (Programa Universidade Para Todos). Essas provas aconteceriam semestralmente e o aluno teria condição de escolher 5 universidades, como no ProUni, para concorrer às vagas com a nota do exame. Além disso, o exame atualmente com 66 questões passaria para 200, aplicadas no sábado e domingo.

Segundo o aluno Elias Tomás Souza Ferreira, essa seria uma saída, pois fica fácil pagar por apenas uma prova, mas a pressão em cima do aluno seria muito maior, pois não teria uma segunda chance no semestre.

“É bastante louvável a iniciativa do MEC, mas tem uns pormenores a considerar, por exemplo, os livros literários. Qual será o critério para a escolha desses livros? Pois hoje a universidade direciona as obras literárias para sua região, por isso tem que ser muito bem pensado para não cometer um erro”, falou o Professor e Vereador Glewton de Sá.

No meio desse turbilhão de incertezas, a rede Objetivo, aqui em Paracatu através do Colégio Equipe Objetivo, realizou um simulado (foto) de como seria esse novo modelo de provas. Segundo Elaine Novais Pinto Liska, Diretora do Colégio, o simulado foi elaborado segundo as diretrizes do MEC. Foram 200 questões divididas em quatro cadernos de 50 questões cada. No sábado foram aplicadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e ciências da natureza e suas tecnologias. No domingo foram aplicadas as provas de código, comunicação e redação, pela manhã, e matemática no período da tarde.

130 alunos da rede particular, federal e estadual fizeram a prova, concorrendo à vários prêmios, entre eles um carro 0 km.

A aluna do 3º ano do Colégio Objetivo, Jéssica Moed, disse a nossa reportagem que a prova foi bastante comprida e cansativa. “Depois da prova você sai detonado, principalmente após a última prova, a de matemática”, concluiu a aluna.

“Foi unânime a reclamação do cansaço da prova. Todos os alunos saíram com a mesma opinião.” Ressaltou a Diretora Elaine.

O MEC lançou na última semana a relação da situação do uso do ENEM em todas as universidades federais do Brasil. Atualmente são quatro as possibilidades de se utilizar a nota do Enem: como fase única; como primeira fase; como fase única para as vagas remanescentes, após o vestibular; ou combinado ao atual vestibular da instituição.

Confira a relação através do sítio eletrônico: http://g1.globo.com/Noticias/Vestibular/0,,MUL1162697-5604,00-CONFIRA+COMO+AS+UNIVERSIDADES+FEDERAIS+DEVEM+ADOTAR+O+ENEM.html


Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti