24 abr 2009 20h09

Secretária Estadual de Turismo esteve em Paracatu

WebReporter
Esteve em Paracatu hoje a Secretária de Turismo de Minas Gerais, Erica Campos Drumond (centro-primeira foto), e uma comitiva da SETUR-MG (Secretaria de Turismo de Minas Gerais) para a entrega do certificado da Associação Circuito Noroeste das Minas. Essa associação é composta por seis cidades (Paracatu, Unaí, João Pinheiro, Cabeceira Grande, Lagoa Grande e Buritis).

Segundo Christian Rodrigo Costa, Analista de Turismo da SETUR-MG, essas cidades agora fazem parte das políticas estaduais de turismo, assim passam a receberem incentivos e assistências do estado para o desenvolvimento deste setor. “Um exemplo de melhoria é que agora essas cidades, através da associação, poderão participar de feiras desenvolvidas ou que a SETUR-MG participe”, explicou o analista.

Outro objetivo da associação é a fomentação da criação de agências de receptivos turísticos. Essas agências, segundo a SETUR-MG, são de essencial importância para o desenvolvimento turístico da cidade, pois através delas o turista tem um acompanhamento adequado, podendo extrair o que de melhor tem a cidade. “Com a associação, o turismo ganha força e profissionalismo”, acrescentou Christian.

Primeiramente a comitiva esteve em alguns pontos turísticos da cidade, como a Igreja do Rosário (terceira foto), depois se deslocou para o Galpão do Produtor, onde aconteceu a inauguração do Portal, cede da associação. Foi no Galpão do Produtor que a Secretaria e várias autoridades, concederam uma entrevista coletiva.

Após a entrega dos certificados, realizada na Casa de Cultura, o Prefeito de Paracatu, Vasco Praça Filho (direita-primeira foto), em seu discurso falou sobre o fortalecimento do turismo e das parcerias entre vários setores. “Turismo não faz só com a vontade do poder público, é preciso uma união entre este poder com a iniciativa privada e a população”, discursou o prefeito. Vasquinho também se referiu à exposição agropecuária de Paracatu, salientando a sua tradição e pedindo que o legislativo aprove o orçamento destinado a festividade, pois essa gera mais de 2000 empregos.

Segundo a secretária, a associação vem agrupar esses municípios em uma forma macro, pois nenhum turista viaja uma longa distância para visitar apenas uma cidade, ele tem que conhecer todo um contexto, toda uma região. Quando questionada sobre o que é preciso para construir um turismo forte e concreto, Erica disse que primeiro é saber fazer a mobilização de todos os cantos, segundo é reconhecermos as grandezas naturais, religiosas, culturais e tudo aquilo que atrair o turismo. “Todos tem que trabalhar, é uma atividade que pega todas as áreas da economia e a escola tem seu papel importante de valorização da sua terra, de sua tradição, de sua cultura. A criança que não conhece sua riqueza vai ser menos feliz, pois não vai cantar sua aldeia”, acrescentou a Secretária.

Essa já é a 46ª associação certificada em Minas Gerais, porém apenas 42 ainda estão ativas, fazendo parte da FECITUR (Federação do Circuito Turístico do Estado de Minas Gerais). Isso porque o certificado tem um prazo de validade de dois anos e após este período ele tem que ter cumprido todas as exigências para que seja renovado e continue.

fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti