4 abr 2009 14h12

Papa Bento XVI divulga mensagem para o Dia Mundial da Juventude

Glauber César Rodrigues
A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou, hoje, 4, a mensagem do Papa Bento XVI para o XXIV Dia Mundial da Juventude, que será celebrado, em nível diocesano, no Domingo de Ramos, 5 de abril. O tema da mensagem deste ano é extraído da Primeira Epístola de Timóteo: "Colocamos a nossa esperança no Deus vivo" (1 Tm 4,10).

E é justamente a esperança o foco desta mensagem de Bento XVI. No texto, o Papa recorda o "encontro inesquecível" em Sidney, na Austrália, no ano passado, e convida para o próximo, em 2011, em Madri, capital espanhola.

"A questão da esperança está, na verdade, no centro da nossa vida de seres humanos e da nossa missão de cristãos, sobretudo na época contemporânea. Todos sentimos a necessidade da esperança, não de uma esperança qualquer, mas de uma esperança firme e confiável", afirma o Pontífice.

A juventude, em especial, é o tempo de esperanças, porque olha para o futuro com várias expectativas. Os questionamentos que permeiam a adolescência fazem com que os jovens se perguntem onde buscar e como manter viva no coração a chama da esperança.

A experiência – escreve o Papa – demonstra que as qualidades pessoais e os bens materiais não bastam para garantir aquela esperança de cujo ânimo humano está em busca constante.

A crise da esperança atinge mais facilmente as novas gerações que, em contextos socioculturais sem certezas, sem valores e sem sólidos pontos de referência, enfrentam dificuldades que parecem superiores a suas forças.

O Papa cita os jovens feridos pela vida, condicionados por uma imaturidade pessoal, que muitas vezes é consequência de um vazio familiar, de escolhas educativas permissivas e libertárias, e de experiências negativas e traumáticas.

"Para alguns – e infelizmente não são poucos – a única saída é uma fuga alienante rumo a comportamentos de risco e violentos, rumo à dependência de drogas e de álcool, e rumo a tantas outras formas de dificuldades da adolescência."

Todavia, o Pontífice recorda que somente em Deus o ser humano encontra a sua verdadeira realização: "O compromisso primeiro que envolve todos nós é, portanto, uma nova evangelização, que ajude as novas gerações a redescobrirem a face autêntica de Deus, que é Amor".

Citando São Paulo como testemunha da esperança, Bento XVI lembra que para o Apóstolo, a esperança não é somente um ideal ou um sentimento, mas uma pessoa viva: Jesus Cristo, o Filho de Deus.

Mas como posso encontrar Jesus, hoje? Ou melhor, de que maneira Ele se aproxima de mim? A Igreja – responde o Pontífice – nos ensina que o desejo de encontrar o Senhor já é fruto da sua graça. A oração é dom do Espírito, que nos torna homens e mulheres de esperança, e rezar mantém o mundo aberto a Deus.

Portanto, conclui o Santo Padre, os jovens devem dar espaço à oração: "A Igreja conta com vocês para esta exigente missão: que as dificuldades e as provas que encontrarem não os desencorajem. Sejam pacientes e perseverantes, vencendo a natural tendência dos jovens à pressa, a querer tudo e já".
fullscreen

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti