13 mar 2009 02h36

Entrevista: Vereador João Macêdo

Eucária Birro
JOÃO MACEDO VOLTA À CÂMARA MUNICIPAL DE PARACATU PARA CONTINUAR PRESTANDO SERVIÇOS À COMUNIDADE. ELEITO PARA O SEU QUARTO MANDATO NA CÂMARA MUNICIPAL E AINDA ACUMULANDO NO SEU CURRÍCULO POLÍTICO UM MANDATO COMO VICE-PREFEITO DE PARACATU, O VEREADOR VIVE UM DOS MOMENTOS MAIS MARCANTES EM SUA TRAJETÓRIA POLÍTICA.

A EXPERIÊNCIA ADQUIRIDA, TANTO NO PODER EXECUTIVO, QUANTO NO PODER LEGISLATIVO É HOJE SUA MAIOR ALIADA. ELEITO VICE-PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL, TEVE PARTICIPAÇÃO ATIVA NA ELEIÇÃO DO VEREADOR WILSON MARTINS PARA A PRESIDÊNCIA, MOSTRANDO SER UM GRANDE ARTICULADOR POLÍTICO. É O ATUAL PRESIDENTE DO PARTIDO DEMOCRATAS (DEM), PARTIDO A ELEGER DOIS VEREADORES NAS ÚLTIMAS ELEIÇÕES DEMONSTRANDO ASSIM A SUA FORÇA PARTIDÁRIA.



VITRINE: João Macedo, qual é a sua visão sobre a renovação na Câmara Municipal?

JOÃO MACEDO: entendo de maneira bem clara, assim como os meus colegas vereadores, que a população deixou o seu recado. Não estava mais satisfeita com a instituição e por isso optou pela renovação. Cabem agora a nós, atuais vereadores, cumprirmos bem o nosso mandato, trabalhando muito, respondendo assim, aos anseios daqueles que nos elegeram. Podemos e devemos extrapolar as nossas funções de vereador que são as de legislar e fiscalizar, usando nossa representatividade junto aos governos Federal e Estadual buscando benefícios de que o nosso município precisa. O vereador é representante do povo. É preciso representá-lo e defender os seus direitos.

VITRINE: Fale de sua linha de trabalho como vereador.

JOÃO MACEDO: É o que eu disse na pergunta acima. Pretendo continuar como nos meus mandatos anteriores cumprindo a minha função pública, como cristão que sou, dentro dos princípios da honestidade, responsabilidade e lealdade e ainda, interagindo com a comunidade, ouvindo suas necessidades, procurando atende-las através da apresentação de projetos ao Poder Executivo, de modo a trazer os benefícios que ela precisa, merece e espera. Contribuir para a melhoria da qualidade de vida de nosso povo. O meu gabinete na Câmara está sempre aberto ao povo, responsável por eu estar ali. Farei tudo para honrar os votos que recebi de cada um.

VITRINE: Trace um paralelo entre João Macedo de hoje e João Macedo de ontem.

JOÃO MACEDO: Sou um homem de 58 anos, avô de dois netos, com mais experiências, mais ponderado, mais paciente, mais cauteloso, que teve a oportunidade de aproximar mais de Deus, aprendendo e praticando Sua palavra em todos os momentos vividos. Quando os anos vão passando, percebemos a importância de valorizarmos pequenas coisas em nossa vida, e como Deus nos proporciona acontecimentos que só Ele pode nos dar tenho tido experiências marcantes em minha vida e através delas encontro forças para vencer os obstáculos. Hoje, sinto-me feliz, em paz comigo, com minha família e com Deus.

VITRINE: Por falar em Deus, o que é para o senhor ser um Cristão e qual a sua Religião?

JOÃO MACEDO: Vamos por etapa. Sou Evangélico, membro da Igreja Presbiteriana de Paracatu há quase 15 anos. Entendo que Cristão de fato e de direito é aquele que procura dar passos concretos no sentido de uma união cada vez mais perfeita com Jesus Cristo, assumindo os valores por Ele pregados. É preciso despertar o espírito comunitário no povo de Deus. Comprometer em particular os Cristãos na busca da justiça e do amor, exigência central do Evangelho. O Cristão de fato é o que cumpre os ensinamentos de Deus e o de direito, o que recebe as suas bênçãos.

VITRINE: João Macedo, o seu relacionamento político com o prefeito Vasquinho continua sólido?

JOÃO MACEDO: A verdade é que no período em que fui vice-prefeito de Vasquinho, surgiram algumas controvérsias sobre nosso relacionamento. Nunca tivemos nenhum embate ou enfrentamento. Sempre nos respeitamos pessoalmente. O que aconteceu verdadeiramente é que nunca fui aproveitado profissional ou politicamente em seu governo. Mas, isso é uma questão de livre arbítrio, pois a própria Lei Orgânica do Município diz claramente que o dever do vice-prefeito é substitui-lo em algumas ocasiões. Não discuto e nem questiono esse seu posicionamento. Há tempo para tudo debaixo dos céus. Isto é Bíblico.

VITRINE: E hoje como vereador?

JOÃO MACEDO: Não muda nada. Fui eleito com o voto do povo, que confiou em mim para mais um mandato e com as bênçãos de Deus que acredito ter um propósito para mim vou realizar meu trabalho com muita responsabilidade. Os que pensam que carrego mágoa ou rancor, se enganam. No meu coração não há lugar para tais sentimentos. Precisamos respeitar as escolhas pessoais de cada um. O meu novo mandato como vereador será como sempre foi, ou seja, totalmente independente, voltado para o bem comum.

VITRINE: Já pensou em desistir da política? E a aposentadoria. Já pensou nela?

JOÃO MACEDO: Vou completar 20 anos de vida pública eletiva e consecutiva sem nenhuma mácula. Esse é o meu patrimônio moral. Não tenho motivos para desistir. Quanto à aposentadoria... o futuro a Deus pertence.


* João Macedo me passou claramente durante a entrevista uma convicção cristã muito significativa. Nesse espaço de tempo em que conversamos (e como conversamos), o que mais me marcou foi o momento em que ele disse que sua esperança é de que um dia nós brasileiros aprendamos a votar pensando na sociedade como um todo. No coletivo e que um dia não troquemos nossos votos por meros pares de sapatos, empregos temporários ou ascensão social. E concluiu dizendo:
“Minha esperança é que aprendamos a votar como povo, pelo povo. Como sociedade, pela sociedade. E como indivíduo, pelo coletivo.”


Eucária Birro / Redatora
Revista Vitrine - Paracatu MG

***********************************************************************
* LEIA ESTA E OUTRAS MATÉRIAS ESPECIAIS NA REVISTA VITRINE DE MARÇO *
***********************************************************************

Recentes

Mais Vistos

© 2015 - PARACATU.NET - Todos Direitos Reservados. by #mndti